Macaé News
Cotação
RSS

Era uma vez: Sandy e Junior põem fim ao período de reunião da dupla

Publicado em 12/07/2020 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


O que todo fã de Sandy & Junior mais temia aconteceu. O breve período de volta da dupla chegou ao fim. Reunidos exclusivamente para a turnê &39;Nossa História&39;, no ano passado, os irmãos se despedem do trabalho em conjunto com o lançamento da série documental &39;Sandy e Junior: A História&39; no Globoplay.

"Foi mágico. A gente não esperava nem metade do que foi a turnê. E a ideia do documentário veio depois. As coisas foram acontecendo e tomando uma proporção que foi surpreendendo a gente de um jeito que nem em sonho a gente podia esperar", comemora Sandy, que explica a importância da nova série para ela e o irmão. "É incrível ter a oportunidade de reviver e recontar essa história. A história sempre foi contada por um viés jornalístico ou comercial. E no documentário, a gente pôde finalmente contar através dos nossos olhos, de como a gente viveu aquilo e como tudo rebateu na gente", comenta Sandy sobre a série, que terá o primeiro episódio exibido hoje, na Globo, às 13h23, depois do &39;Tamanho Família&39;.

"Vai facilitar para contar a história para os nossos filhos, para eles verem como era, quando eles tiverem idade para isso", completa Junior, se referindo ao filho Otto, de 2 anos, e ao sobrinho Theo, de 6.

Assim como nos versos de &39;Estranho Jeito de Amar&39;, Sandy destaca que só foi possível reviver o passado, contado em detalhes nos sete episódios da série, por conta do afastamento temporal. "Já faz 13 anos que a gente encerrou a carreira em dupla. Agora, a gente tem o distanciamento necessário para poder contar isso como quem vê de fora, sem se abalar ou correr riscos emocionais. Além do fato de a gente estar em outro momento da vida, cada um com a sua carreira solo e amadurecidos", explica a cantora de 37 anos, que ainda dá alguns detalhes da produção.

"Foi muito louca essa experiência. É um álbum da nossa história inteira, esmiuçado e contado através de imagens. Muitas coisas me surpreenderam, coisas que eu nem lembrava. Tem material inédito e material de making of que nunca foi revelado. Tem muitas coisas que os fãs nunca tiveram acesso", revela Sandy, lembrando que a série ainda traz recortes dos bastidores da turnê &39;Nossa História&39; dentro e fora do Brasil.

Apesar de ser uma viagem emocionante para a dupla, os irmãos garantem que toda a produção teve um único objetivo: agradar os milhares de fãs. "A gente fez pensando nos fãs mesmo. Até porque Sandy e Junior já tinham feito sua história. Qual é o motivo da gente estar aqui agora? Porque as pessoas pediram muito. Então é por isso que a gente tentava olhar com os olhos deles e pensar no que eles iam gostar de ver", argumenta.

Além dos mais de 250 DVDs, compartilhados pela mãe da dupla, Noely, a série ainda conta com o depoimento de familiares e pessoas próximas à vida pessoal e profissional dos artistas, entre elas, Ivete Sangalo e Roberto Carlos. "Cada episódio tem um assunto, foi super desafiador fazer caber 36, 37 anos em sete episódios, porque ali tem a gente desde pequetitito", conta Sandy.

Apesar de dispostos a voltarem às suas carreiras solo, Sandy e Junior se dedicaram ao projeto para que o trabalho da dupla se eternize e que os fãs tenham acesso a tantas memórias. "A gente está até agora falando de &39;Sandy & Junior&39; porque estamos fazendo o lançamento e terminando esse processo todo. Mas eu acho que esse projeto merecia muito esse desdobramento e a nossa atenção. Muito pelo tamanho que ele ganhou e pelo que a gente viu que ele teve de significado na vida das pessoas. Foi muito interessante, muito importante e muito lindo o que a gente viveu. Sou muito grata por essa experiência toda", diz Sandy, que confessa que não tem planos para uma nova reunião.

"Estou feliz em poder fazer isso, mas eu acho muito difícil que a gente faça de novo. Este ano, inclusive, eu esperava que essas coisas do documentário e do DVD — ainda sem data para ser lançado — tomassem menos tempo da gente. O contraponto daquela megaturnê é a minha carreira solo, que tem outra vibe, outra cara, outro ritmo e me mostra qual o meu lugar hoje. Eu gosto de estar aqui, escolhi estar aqui e quero voltar para esse tipo de trabalho. Foi legal ver o que eu fazia, amei viver aquilo, mas estou muito pronta e com muita vontade pra voltar pra minha carreira solo", argumenta Sandy, que logo é finalizada pelo irmão.

"A gente está fazendo o encerramento desse desdobramento para voltar a se dedicar às outras coisas. Nós estamos ansiosos para acabarem esses últimos compromissos como &39;Sandy & Junior&39;", explica o músico, brincando, aos risos.

Antes da pandemia, inclusive, a turnê solo de Sandy para 2020 já estava bem planejada. "Se não estivesse na pandemia, eu ia estar a todo vapor trabalhando na minha carreira solo. Era pra voltar este ano, eu estava com shows marcados", revela a cantora, que não tem planos para lançar maiores projetos por enquanto.

"Eu não tenho previsão para lançar músicas agora porque está tudo muito difícil de fazer, até em questão de logística mesmo, porque eu não posso receber ninguém na minha casa. Mas a gente está planejando lançar algumas coisas meio soltas. Projetos mesmo só no ano que vem, está muito complicado trabalhar no meio da pandemia", explica Sandy, que mesmo tendo um perfil mais reservado, confessa estar com saudades de uma certa aglomeração e de abraçar os amigos.

› FONTE: O Dia


sem comentários

Deixe o seu comentário