Macaé News
Cotação
RSS

Covid-19: baixe aplicativo Dados do Bem e faça sua autoavaliação

Publicado em 03/07/2020 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


Com a proposta de ampliar a testagem para combater o Coronavírus (Covid-19), o aplicativo "Dados do Bem” continua disponível gratuitamente para celulares com os sistemas operacionais Android e iOS. A ferramenta é fruto de uma cooperação técnica da Prefeitura de Macaé com o Instituto D`Or de Pesquisa e Ensino. As informações são analisadas e, caso haja indicação de testagem, o atendimento acontece no Centro de Especialidades, com hora marcada e sem fila de espera. O período de ação do App em Macaé vai até o próximo dia 24 de julho.

Através do próprio aplicativo, a pessoa receberá um QR Code com data e hora para comparecer ao Centro de Especialidades Dona Alba, localizado na Rua Governador Roberto Silveira, 108, no Centro. Os testes estão sendo feitos de maneira organizada e obedecendo a todos os protocolos de segurança.

Todos que baixarem o aplicativo e fizerem a autoavaliação estarão ajudando nesse esforço coletivo de mapeamento da evolução da epidemia, mesmo que não sejam direcionados para fazerem testes presenciais. Os resultados do mapeamento estão auxiliando a prefeitura na tomada de decisões em relação ao enfrentamento da Covid-19.

Para baixar o aplicativo basta acessar sua loja de aplicativos do telefone celular e procurar "Dados do Bem". O aplicativo pode ser instalado em qualquer aparelho que comporte sistema operacional Android (a partir do 4.3) ou iOS (8 ou mais).

O funcionamento é bem simples. O usuário preenche um cadastro e responde um questionário de autoavaliação, com perguntas sobre sintomas associados ao coronavírus e histórico de saúde.

O aplicativo não realiza testagem em massa, apenas uma amostragem das pessoas que serão selecionadas. O anonimato de todos os participantes é preservado e as informações coletadas não serão utilizadas para fins lucrativos. Ao baixar o aplicativo, a pessoa concorda com o envolvimento voluntário no estudo.

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário