Macaé News
Cotação
RSS

Secretário de Saúde e representantes do IGH visitam unidades de saúde de Casimiro de Abreu

Publicado em 21/05/2014 Editoria: Saúde sem comentários Comente! Imprimir


Juliana Guzzo

Juliana Guzzo

O objetivo é conhecer ações existentes e priorizar atendimento às necessidades emergenciais

 

            As 11 unidades da Estratégia Saúde da Família (ESF) e Subunidades do município foram visitadas pelo novo secretário de Saúde, Edson Mangefesti, pela subsecretária Magna Rosa, e por representantes do Instituto de Gestão e Humanização (IGH) – instituição filantrópica contratada pela Prefeitura para atuar na administração das unidades de saúde da cidade sob a fiscalização e gestão da Secretaria Municipal de Saúde. A iniciativa teve como finalidade conhecer as unidades em funcionamento, as necessidades existentes, condições de trabalho das equipes e também verificar a qualidade do serviço e do atendimento prestado à população.

            As visitas começaram em Barra de São João, já na primeira semana do mês. Na seguinte, elas aconteceram nos outros dois distritos, Rio Dourado e Professor Souza. E se estenderam ainda até a sede de Casimiro de Abreu. Para a dentista Aline Tonassi, que trabalha há dez anos na ESF - Lenir Pacheco Peixoto, em Professor Souza, esta é uma ação muito positiva. “Tanto o paciente, quanto o profissional saem ganhando”, concluiu Aline.

            Todas as necessidades apresentadas foram registradas e as melhorias serão providenciadas em breve. “É muito satisfatório ter a oportunidade de ver os problemas de perto. Assim, é possível identificar o que é prioridade. E tudo o que foi mapeado aqui vai ser resolvido”, comentou Edson Mangefesti. Ele destacou ainda que o engajamento dos profissionais de Saúde é muito bom e que isto será recompensado com a atenção especial da Administração Municipal. “Em breve a população verá os resultados.”

            Para o Diretor do IGH, Jarbas Ferreira, esta parceria com a Secretaria de Saúde é fundamental para um bom resultado final. “Entender a necessidade do local é de extrema importância para que se possa discutir sobre as demandas com o secretário e priorizar as necessidades mais urgentes”, finalizou.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário