Macaé News
Cotação
RSS

Danças Circulares: terapia que leva à socialização em Macaé

Publicado em 21/05/2014 Editoria: Cotidiano sem comentários Comente! Imprimir


Divulgação

Divulgação

Com o objetivo de resgatar a alegria dos membros do Centro de Atenção Psicossocial (CAPs) Betinho, possibilitando a eles movimentação corporal, além de integração com a sociedade, o Caps e o Solar dos Mellos fizeram uma parceria na qual serão realizadas, no pátio do Solar, danças circulares, na sexta-feira (30), a partir das 14h. 
 
Segundo a psicóloga do CAPs Betinho, Fabrice Sanches, as danças circulares acontecem em roda. Visam a socialização entre as pessoas, resgatando o senso coletivo. “São danças baseadas nas tradições folclóricas de diversos países como Grécia, Israel, Chile, México e Brasil”, explica, acrescentando que qualquer pessoa pode dançar, pois os passos são simples.
 
Tudo isso está de acordo com os objetivos da Reforma Psiquiátrica, que preconiza os recursos comunitários como base do tratamento.
 
- Também é nossa intenção promover diálogo continuado com os diversos atores sociais acerca da loucura, no intuito de minimizar o preconceito e promover o respeito à forma singular de existência do portador de sofrimento psíquico grave, comenta Fabrice.
 
Danças Circulares
 
As Danças Circulares surgiram na década de 1960, quando Bernhard Wosien, coreógrafo e bailarino clássico alemão, iniciou o estudo das danças folclóricas e étnicas de diversos povos, buscando compreender sua simbologia e imprimir um sentido às danças, que não fosse puramente estético. Em 1976, Bernhard Wosien é convidado a apresentar a metodologia das Danças Circulares na comunidade de Findhorn, na Escócia, considerada o berço das danças circulares.
 
Essas formas de expressão, em sua maioria, constituem-se de passos simples, permitindo a participação de todos, independentemente de terem prévio conhecimento em dança. O principal objetivo das Danças Circulares é resgatar o senso coletivo da dança, pois de mãos dadas e em roda se vivencia o sentimento de integração.
 
No Caps Betinho, As Danças Circulares são realizadas semanalmente, desde 2010, no espaço da Oficina de Expressão Corporal.
 
- Percebemos que as Danças Circulares despertam a alegria do grupo, além de facilitar a movimentação corporal. Não há intenção de padronização estética e sim da expressão livre do movimento, já que cada participante encontra o seu jeito próprio de dançar. Entendemos este espaço como um dispositivo terapêutico na medida em que desperta a motivação, proporciona bem estar e possibilita a integração do grupo, completa a psicóloga. 

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário