Macaé News
Cotação
RSS

Estado adere ao SISBI e poderá vender seus produtos em todo país

Publicado em 09/06/2020 Editoria: Economia sem comentários Comente! Imprimir


Certificação vai ajudar a movimentar a economia do Estado

O Estado do Rio de Janeiro recebeu a certificação do Ministério da Agricultura de adesão ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI-POA). O selo autoriza a comercialização de produtos de origem animal, como carnes, lácteos e o mel, por exemplo, em outras unidades da federação ampliando, assim, as opções de venda para os produtores. A certificação veio após trabalho intenso da Secretaria de Agricultura, que vem, desde outubro de 2019, adequando os sistemas no sentido de dar mais essa opção para o produtor rural.

- A adesão representa um avanço importante para o Estado e para todo o setor agropecuário. Certamente aumentará a competitividade da produção, o aumento do valor agregado dos produtos e, principalmente, o desenvolvimento do setor. O Governador Witzel, desde minha entrada na secretaria, solicitou prioridade e empenho nesse processo, que valorizará os nossos produtores e produtos. Nossos produtos estarão em todo o Brasil, com garantia de segurança sanitária e de qualidade – disse o secretário de Agricultura, Marcelo Queiroz.

A expectativa, após a obtenção da certificação, é que com o incentivo os produtores tenham mais lucro e aumentem a produção, além de colocar o Estado do Rio de Janeiro em um cenário nacional. Antes de conseguir essa adesão, os estabelecimentos que produzem produtos de origem animal (carne, leite e seus derivados) no Estado não tinham autorização para vender no resto do país.

A obtenção do selo SISBI se deu através da comprovação, por parte do Estado, de que possui condições de avaliar a qualidade e a procedência dos produtos de origem animal com a mesma eficiência do Ministério da Agricultura. Com nova normativa, as agroindústrias que estejam em condições para atender as diretrizes poderão solicitar a adesão e comercializar seus produtos para fora do estado.

- Este é um passo muito importante para a produção de carnes e outros produtos no Estado, que vai mudar o patamar da agropecuária e da comercialização do que é produzido no estado do Rio – explicou o superintendente de Defesa Agropecuária, Paulo Henrique de Moraes.

O Sistema contará com a integração da Defesa Agropecuária, PESAGRO-RIO e EMATER-RIO, ficando as duas empresas vinculadas responsáveis pela análise laboratorial/certificação da qualidade dos produtos, e pela assistência técnica às agroindústrias de pequeno porte na implantação dos programas de autocontrole, respectivamente.

O estado do Rio de Janeiro possui 434 agroindústrias registradas no Serviço de Inspeção Estadual. Essas indústrias envolvem os segmentos de carne, leite, mel, ovos e pescado. Todas as que se adequarem às normas e atenderem aos requisitos do SISBI poderão ser beneficiadas.

› FONTE: Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento - RJ


sem comentários

Deixe o seu comentário