Macaé News
Cotação
RSS

Britânicos Jogaram Mais durante a Quarentena causada pela Pandemia de Coronavírus

Publicado em 05/06/2020 Editoria: Esporte sem comentários Comente! Imprimir


O aumento da quantidade de apostas ocorreu mesmo com a paralisação da maioria dos eventos esportivos

O aumento da quantidade de apostas ocorreu mesmo com a paralisação da maioria dos eventos esportivos

Os britânicos que costumam jogar online recorreram a essa atividade com a mesma regularidade ou ainda mais no decorrer do período de isolamento social causado pela pandemia de coronavírus no país. O aumento da quantidade de apostas ocorreu mesmo com a paralisação da maioria dos eventos esportivos.

De acordo com a reportagem: “Coronavírus: Pesquisa Comprova que Britânicos estão Jogando Mais”, publicada recentemente pelo portal iGaming Brazil, os números pertencem ao primeiro estudo referente aos hábitos de jogo durante a quarentena e contou com mais de mil participantes.

De modo geral, os entrevistados se mostraram mais propensos a diminuir o tempo em plataformas de apostas online desde o começo da crise do novo coronavírus, em decorrência da suspensão dos torneios esportivos mais tradicionais.

Todavia, os apostadores mais freqüentes afirmaram que estavam apostando ainda mais. O estudo revela que um quarto dos usuários que apostavam, pelo menos uma vez a cada sete dias, mantiveram a prática. Enquanto que 28% dos participantes ampliaram a intensidade e outros 11% reconheceram que estavam jogando muito mais.
O estudo revela ainda que 41% dos entrevistados abriram uma nova conta online desde o início da pandemia da Covid-19.

E, mesmo com a falta de eventos para a realização das apostas esportivas, os britânicos passaram a priorizar tanto os jogos de caça-níqueis online, quanto cassinos online, como é o caso da Frank & Fred, que está expandindo seus negócios e se apresenta como uma alternativa para que qualquer pessoa possa ter a experiência de apostar em um cassino real do conforto do seu lar.

A plataforma, que está chegando ao Brasil, prioriza a oferta de um ambiente de jogo divertido, responsável e confiável para que a experiência do usuário seja a mais positiva possível em uma estrutura intuitiva, funcional e ágil.

A pesquisa foi encomendada pela Clean Up Gambling, formada por Matt Zarb-Cousin, um viciado em jogo em recuperação e ex-consultor de comunicações do Partido Trabalhista, e apoiado por um ex-jogador de pôquer profissional.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário