Macaé News
Cotação
RSS

Mais de 50 fornecedores participaram de Rodada de Negócios com a GNA em São João da Barra

Publicado em 04/03/2020 Editoria: Economia sem comentários Comente! Imprimir


Evento faz parte do Programa Compra Rio, do Governo do Estado, criado com o objetivo de fomentar parcerias comerciais entre a empresa e fornecedores locais

A GNA - Gás Natural Açu, joint venture entre pela Prumo Logística, a BP e a Siemens, em parceria com o Governo do Rio, realizou nesta terça-feira (3/3), uma rodada de negócios para fornecedores em São João da Barra. A iniciativa faz parte do Programa Compra Rio, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais, em parceria com o SEBRAE, com o objetivo de estreitar o relacionamento e desenvolver potenciais fornecedores.

Na ocasião mais de 50 fornecedores locais de diversos segmentos participaram de rodadas de negócios com a equipe de Suprimentos da GNA. Realizado no Espaço Diálogo da GNA, o evento contou com a presença do Superintendente de Comércio, Serviços e Empreendedorismo, Oswaldo Barreto, e Felipe Estefan, Superintendente de Trabalho e Renda, além do gerente de Suprimentos da GNA, Eduardo Lunau. 

Eduardo Lunau deu início ao evento com uma apresentação sobre a GNA e perspectivas de negócios da empresa na região. Em seguida, Wilton Victório, Coordenador de Polos Produtivos do Sebrae, fez uma palestra sobre “As oportunidades para micro e pequenas empresas”. Por fim, os fornecedores tiveram a oportunidade de apresentar suas empresas para a equipe de suprimentos da Companhia, como foi o caso de Zaqueu Santos, fornecedor da área de engenharia de climatização e refrigeração.

Para a representante da empresa Indeed Institute, Tania Santos, essa é uma grande oportunidade para os empresários de São João da Barra, Campos e região. Agradeço e parabenizo a GNA por promover esse evento, juntamente com o Sebrae e o Governo do Estado, dando oportunidades para o microempreendedor e as pequenas empresas.

“Ficamos honrados com o convite do governo do Estado para participar desta iniciativa. Estamos construindo, no Porto do Açu, o maior parque termelétrico da América Latina e apresentar aos fornecedores locais nossa política de compras só reforça o nosso comprometimento em fomentar a economia local e colaborar para o desenvolvimento do comércio e da indústria”, ressalta o gerente de Suprimentos Eduardo Lunau.

Essa não é a primeira ação da GNA visando se aproximar e esclarecer as dúvidas de fornecedores locais. A empresa já participou de Rodadas de Negócios do Sebrae em feiras como Brasil Offshore e OTC. Além disso, toda última quinta-feira de cada mês, a GNA promove o Dia do Fornecedor, também no Espaço de Diálogo. Os interessados em participar devem se cadastrar no site da GNA (www.gna.com.br)

Sobre a GNA
A GNA – Gás Natural Açu é uma joint venture entre pela Prumo Logística, a BP e a Siemens dedicada ao desenvolvimento, implantação e operação de projetos estruturantes e sustentáveis de energia e gás. A empresa constrói no Porto do Açu (RJ) o maior parque termelétrico a gás natural da América Latina.  O projeto compreende a implantação de duas usinas térmicas movidas a gás natural (GNA I e GNA II) que, em conjunto, alcançarão 3 GW de capacidade instalada. Juntas, as duas térmicas irão gerar energia suficiente para atender cerca de 14 milhões de residências. Além das térmicas, o projeto compreende um Terminal de Regaseificação de GNL (Gás Natural Liquefeito), de 21 milhões de metros cúbicos/dia.

Expansão
A GNA possui, ainda, licença ambiental para mais que dobrar sua capacidade instalada, podendo chegar a 6,4 GW, o que permitirá o desenvolvimento de projetos termelétricos adicionais no futuro. Somado a isso, a localização estratégica do Porto do Açu, próximo aos campos produtores de pré-sal e ao circuito de transmissão de 500 kV recém licitados, possibilitará a criação de um Hub de Gás, para recebimento, processamento e transporte do gás associado, bem como exportação de grandes blocos de energia, contribuindo de forma significativa para o desenvolvimento da região de São João da Barra, do Estado do Rio de Janeiro e do Brasil.  

› FONTE: Ascom


sem comentários

Deixe o seu comentário