Macaé News
Cotação
RSS

‘Curta no Museu’ estreia com ‘Espelho d´água - Bailarina do Lagomar’

Publicado em 11/02/2020 Editoria: Cultura sem comentários Comente! Imprimir


Os eventos acontecem a cada segunda quarta-feira do mês, às 19h, com entrada franca.

Os eventos acontecem a cada segunda quarta-feira do mês, às 19h, com entrada franca.

O primeiro ‘Curta no Museu’ do ano, projeto mensal da vertente de audiovisual da Secretaria de Cultura, no Solar dos Mellos, apresentará ‘Espelho d´água -  Bailarina do Lagomar’, de Liz Vitt e Rafael Costa. A produção é da equipe da disciplina ‘Educação Ambiental e Cinema’ que integra o programa de Mestrado e Doutorado em Ciências Ambientais e Conservação do Núcleo em Ecologia e Desenvolvimento Sócio-Ambiental da Universidade Federal do Rio de Janeiro em Macaé (Nupem/UFRJ). A sessão no museu, Rua Conde de Araruama, 248, centro da cidade, será nesta quarta-feira (12), às 19h, com entrada franca.

Após a exibição haverá roda de conversa com Liz Vitt, que estava com 13 anos quando protagonizou o filme; e Rafael Costa, professor do curso de graduação em Ciências Biológicas do Nupem e da disciplina ‘Educação Ambiental e Cinema’ na pós-graduação. O bate papo será mediado pelo publicitário Helder Santana.

Em 2011, os alunos do curso sob a supervisão de Rafael Costa produziram uma série de 11 documentários com a participação ativa de personagens do entorno do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba. O ‘Espelho d´água -  Bailarina do Lagomar’’ foi o décimo concluído. A proposta parte do entendimento do Cinema como um espaço de formação.

“O trabalho foi dialógico com os personagens. Foram construções coletivas. Este documentário filmado no Lagomar, um bairro com aproximadamente 50 mil habitantes, busca mostrar este ambiente como a personagem o enxerga. Nós reconhecemos que existem outros conhecimentos fora da universidade que precisam ser acessados. Além disso, esta ação da universidade pública também potencializa estas pessoas. Isto foi possível porque o Nupem-UFRJ acolheu muito bem esta iniciativa”, disse o professor.

A disciplina ‘Educação Ambiental e Cinema’ atualmente está disponível por meio do ingresso por chamada pública para processo seletivo do curso de pós-graduação. Entretanto, a partir de julho deste ano, o Nupem-UFRJ oferecerá esta formação na modalidade Extensão Acadêmica.

Liz Vitt, agora com 19 anos de idade e 11 de balé, participou aos 13 anos de idade da produção e edição do documentário, o qual ela também assina. Ela considera que sua atuação neste processo contribuiu para a sua formação cidadã. Liz foi eleita por moradores do Lagomar e do Engenho da Praia como vereadora mirim, quando teve a oportunidade de fazer a indicação Legislativa de que a rua principal do bairro (W5) viesse a se tornar de mão única e ganhasse uma ciclovia. Ela também propôs melhorias para a escola municipal na qual estudou. Hoje a jovem participa do planejamento de outro documentário comunitário com o tema Consciência Ambiental.

O objetivo do ‘Curta no Museu’ vai além da valorização e do incentivo à produção de curtas metragens na Região dos Lagos e Norte Fluminense, que propiciam o registro da memória cultural e a percepção de identidade regional. O projeto municipal de audiovisual é também um momento de encontro pessoal, de convivência e de diálogo, onde se discute distintas questões pertinentes a grupos, a comunidades locais e à sociedade em geral em um clima de empatia.

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário