Macaé News
Cotação
RSS

Friburgo terá central de Regulação do Samu a partir de junho

Publicado em 12/05/2014 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


O Prefeito de Nova Friburgo - região serrana fluminense - Rogério Cabral, e o Secretário Municipal de Saúde, Luis Fernando, assinaram na última semana o termo de parceria, que conta com 16 municípios da região serrana, para garantir o funcionamento da central de regulação do SAMU, sediada em Petrópolis. O custo operacional desta central de regulação será dividido entre os municípios contemplados pelo programa.

O serviço funcionará 24 horas por dia com equipes de profissionais de saúde, como médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e socorristas que atenderão as urgências de natureza traumática, clínica, pediátrica, cirúrgica, gineco-obstétrica e de saúde mental da população.

O início das atividades está previsto para a primeira quinzena de junho e Nova Friburgo contará com duas bases de apoio no município. O serviço será realizado inicialmente com três ambulâncias, sendo uma UTI- Suporte avançado com médico, enfermeiro e socorrista e duas ambulâncias de suporte básico, com enfermeiro e socorrista. Cada ambulância básica conta com oxímetro portátil, desfibrilador externo automático e aspirador. As ambulâncias de suporte avançado possuem oxímetro portátil, bomba de infusão, aspirador, ventilador pulmonar, monitor/cardioversor e detector fetal.

O SAMU realizará atendimentos de urgência e emergência em qualquer lugar: residências, locais de trabalho e vias públicas. O socorro será prestado após chamada para o telefone 192. Técnicos na Central de Regulação identificarão a emergência e, imediatamente, irão transferir o telefonema para o médico regulador que fará o diagnóstico da situação e iniciará o atendimento no mesmo instante, orientando o paciente, ou a pessoa que fez a chamada, sobre as primeiras ações e enviando a unidade mais adequada para o atendimento. Em casos comuns, não emergenciais, o médico dará a orientação necessária ao paciente, sem necessidade de envio da ambulância.

MS

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário