Macaé News
Cotação
RSS

Conexão grandes empresas e startups será diferencial na retomada da economia

Publicado em 06/01/2020 Editoria: Economia sem comentários Comente! Imprimir


Em meio a um cenário de otimismo com o aumento do volume de negócios e perspectivas positivas para o setor de petróleo e gás em Macaé, as grandes empresas apontam suas estratégias para consolidação de parcerias para inovação. O desafio de “transformação digital”, que consiste na incorporação das novas tecnologias para aumento de eficiência operacional, produtividade e competitividade, está entre os principais objetivos da indústria e deverá ser desenvolvido junto a startups e universidades.

De acordo com Luiza Neto, coordenadora do Programa Startup Macaé, diversas iniciativas apresentadas pelas empresas durante os eventos realizados em Macaé, no segundo semestre de 2019, indicam esta tendência.
“Tivemos a Petrobras apresentando o programa Conexões para Inovação que, na sua primeira rodada aportou R$10 milhões em startups e tem previsão de mais R$ 50 milhões para as próximas rodadas; a Ocyan com o programa Ocyan Waves, que busca soluções inovadoras para melhorar suas operações e processos e já teve mais de 120 startups participantes; a Subsea7 com o programa Sea the Future, que reúne startups em busca de soluções para o setor de engenharia e energia offshore; e a Aker apresentando suas diversas iniciativas de inovação, como o programa Inspire Innovation: um concurso de ideias para solucionar os desafios internos. Todas essas iniciativas evidenciam a estratégia das empresas de buscar um modelo de inovação aberta e reforça a importância do desenvolvimento do ecossistema de empreendedorismo e inovação para o aumento da competitividade regional”, destacou.

Atuando na conexão entre empresas, universidades, empreendedores, investidores e governo, o Programa Startup Macaé desempenha papel crucial para fomentar o desenvolvimento de novas tecnologias e inovações. No final de dezembro, representantes da Petrobras estiveram no programa e participaram de reunião com cinco startups, discutindo demandas tecnológicas, em continuidade a uma primeira rodada de apresentação e conversas ocorridas uma semana antes na base da empresa em Imboassica. "Esse tipo de dinâmica tem se tornado muito comum, criando espaços de diálogo e interações que resultam na criação de novas tecnologias, negócios e também pelo aumento da competitividade da indústria, trazendo benefícios óbvios para Macaé, como a geração de empregos, renda e sustentabilidade", afirmou o Secretário Adjunto de Ciência e Tecnologia, Carlos Eduardo Silva.

Em 2020 a expectativa é que o volume de negócios entre startups e grandes empresas aumente pois há uma grande demanda por inovações que dependem de colaborações externas e as próprias empresas vêm apostando neste modelo. Atenta a este cenário, a Prefeitura de Macaé, em parceria com as universidades, ampliará o fomento ao desenvolvimento de startups. Aos empreendedores interessados, estão abertas até 14 de fevereiro as inscrições para auxílios de até R$60 mil, por meio do edital da FAPERJ, em parceria firmada com o Programa Startup Rio, do Governo do Estado. "Esta e outras oportunidades têm criado excelentes expectativas para o mercado em Macaé em 2020", finalizou o secretário.

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário