Macaé News
Cotação
RSS

ZURICH AIRPORT é oficialmente concessionária do Aeroporto de Macaé

Publicado em 05/11/2019 Editoria: Economia sem comentários Comente! Imprimir


Matthias Poeter e Hélio Batista

Matthias Poeter e Hélio Batista

Estão previstas melhorias na infraestrutura para receber voos comerciais e

apoiar os setores de óleo/gás e turismo e também parcerias com lojas.

A Aeroportos do Sudeste do Brasil, empresa que será responsável pela gestão do aeroporto, deve assumir na segunda quinzena de dezembro

A Aeroportos do Sudeste do Brasil S.A. (ASeB) está trabalhando em ritmo intenso para transformar o Aeroporto de Macaé (RJ) em modelo de eficiência na região. A empresa quer aproximar a operação do nível internacional do Grupo Zurich Airport, o novo concessionário. A infraestrutura ficará mais eficaz para pousos e decolagens de aviões e helicópteros. Os serviços seguirão um padrão de excelência, desde a chegada até a saída do usuário. Um dos projetos que já está sendo desenvolvido é a instalação de lojas no terminal de passageiros. A primeira, em fase de negociação, será do setor de alimentação. A expectativa é de que os moradores da cidade também frequentem a área de convivência.

A meta é aumentar o número de viajantes, o volume de cargas e também garantir a satisfação de usuários e parceiros. O processo de transição da gestão da Infraero para a ASeB — empresa 100% brasileira recém criada para administrar os aeroportos de Vitória e Macaé e que é subsidiária do grupo suíço Zurich Airport — teve início no dia 5 de setembro e deverá estar concluído na segunda quinzena de dezembro, quando a empresa assumirá integralmente a operação do Aeroporto de Macaé.

O projeto de qualificação e crescimento do aeroporto chega em um momento de novo aporte do setor de óleo e gás em Macaé. O CEO da ASeB, Matthias Poeter, reitera que a nova concessionária tem o compromisso de melhorar permanentemente a estrutura aeroportuária e oferecer suporte para esta indústria, com segurança.

“A Zurich Airport está participando deste momento de retomada de um setor fundamental para a economia local, que poderá gerar empregos e fomentar o comércio. Entendemos a relevância do Aeroporto de Macaé nesse processo. Estamos muito confiantes em relação aos desafios que estamos assumindo”, afirma Poeter.

O executivo adianta que a nova operadora do aeroporto também está atenta ao crescimento do turismo na cidade. “O aeroporto será adequado para acolher os turistas. Incentivaremos os voos comerciais, partindo de várias cidades, e já estamos estudando as viabilidades”, explica Poeter.

O Aeroporto de Macaé já está passando por revisão dos serviços de limpeza, manutenção dos equipamentos de ar condicionado, atualização das sinalizações interna e externa e também da acessibilidade para facilitar a movimentação do público.

Sobre o AEROPORTO DE MACAÉ

A História do Aeroporto de Macaé (RJ) começou em 1957, com um pequeno campo de aviação junto à praia para pousos de aeronaves militares em treinamento. Com a crescente demanda local, em 1981 foi fundado o atual Aeroporto de Macaé e no ano seguinte foi incorporado pela Infraero. Desde então, todo o histórico de desenvolvimento do Aeroporto de Macaé está intimamente ligado à Bacia de Campos, à exploração de petróleo e gás.

O primeiro voo comercial foi em 2001, com várias companhias operando até 2015, ano em que o aeroporto deixou de receber voos fretados e regulares.

Em março de 2019 foi inaugurado o novo terminal de passageiros, que passou a ter área de 10,2 mil metros quadrados. Hoje, o aeroporto tem capacidade para receber até 2,1 milhões de passageiros por ano, antes da ampliação suportava apenas 200 mil. A pista de pousos e decolagens também passou por obras de recuperação.

Sobre a ASEB

A Aeroportos do Sudeste do Brasil S.A. (ASeB) é uma empresa 100% brasileira, subsidiária do grupo suíço Zurich Airport (Flughafen Zürich AG) para administrar (por 30 anos) as operações de Vitória e Macaé, conquistadas em março deste ano na 5ª Rodada de Licitações de Aeroportos.

A nova empresa, que tem sede em Vitória, já trabalha para implementar, nos dois aeroportos, o alto padrão de qualidade, eficiência e segurança da Zurich Airport. No dia 3 de outubro, a ASeB recebeu a autorização da Anac para iniciar o processo de transição da gestão dos dois aeroportos.

Sobre a ZURICH AIRPORT

A Zurich Airport (Flughafen Zürich AG) é a proprietária e a operadora do Aeroporto Internacional de Zurique (Suíça), avalizado como um dos melhores do mundo em qualidade e eficiência. Ele está listado no top 10 do World Airport Awards, uma importante premiação internacional. Há 16 anos consecutivos é distinguido também como o melhor aeroporto da Europa, com o prêmio Airport Service Quality (ASQ), a principal pesquisa internacional de satisfação de passageiros, realizada pelo Airports Council International (ACI) World.

O grupo concentra seus investimentos na América Latina para onde trouxe todo seu know-how em gestão de aeroportos. Possui oito operações na região, administradas por meio da Zurich Airport Latin America: Aeroporto Internacional El Dorado (Bogotá/Colômbia), Aeroporto Internacional Hato (Willemstad/Curaçao), Aeroporto

Internacional Cerro Moreno (Antofagasta/Chile) e Aeroporto Internacional Diego Aracena (Iquique/Chile). No Brasil, onde está desde 2012, possui quatro operações: Aeroporto Internacional Tancredo Neves – Belo Horizonte (MG), em parceria com a CCR; Aeroporto Internacional de Florianópolis – Hercílio Luz (SC); Aeroporto de Vitória (ES) e Aeroporto de Macaé (RJ).

› FONTE: GEO COMUNICAÇÃO


sem comentários

Deixe o seu comentário