Macaé News
Cotação
RSS

Macaé é a quarta cidade que mais investe em Saúde no Brasil

Publicado em 15/10/2019 Editoria: Saúde sem comentários Comente! Imprimir


Com mais de R$ 505 milhões aplicados na rede municipal de Saúde em 2018, Macaé supera todas as demais cidades

Com mais de R$ 505 milhões aplicados na rede municipal de Saúde em 2018, Macaé supera todas as demais cidades

Ao aplicar cerca de R$ 2.009,74 por cada um dos 251.631 habitantes, Macaé é a quarta cidade que mais investe em Saúde pública do país, mantendo uma rede de assistência básica, atendimento de emergência e procedimentos de média e alta complexidade, referência em todo o Estado do Rio de Janeiro.

Na média per capita, Macaé também ocupa a primeira colocação a nível estadual, e se aproxima das cidades paulistas de Paulínia (R$ 2.790,85), Barueri (R$ 2.560,03) e São Caetano do Sul (2.027,90), que ocupam respectivamente as três primeiras colocações do ranking nacional, elaborado com base nos dados divulgados pelo Anuário Multicidades, produzido pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP).

Com mais de R$ 505 milhões aplicados na rede municipal de Saúde em 2018, Macaé supera todas as demais cidades também influenciadas pela dinâmica do petróleo, como Maricá (R$ 1.368,03)  mantendo uma média de investimentos superior a Niterói (R$ 1.002,18) e a própria Capital do Estado (R$ 690,9)

Porém, muito além do orçamento investido, um outro fator não mensurado no Anuário comprova a eficiência da gestão do município em priorizar recursos para manter e ampliar a rede de assistência ao cidade: a qualidade do atendimento.

Após fortalecer cada um dos três polos que compõem o sistema público: a atenção básica, a emergência e a alta complexidade, Macaé foi capaz de obter a eficiência na execução desses serviços médicos complementares, ao garantir a prevenção e bloqueio da proliferação de doenças como a meningite, de ser referência em cirurgias cardíacas via SUS e de criar um modelo de atendimento que garante o acesso a consulta, exame, diagnóstico, medicamento, tratamento e até de pequenas cirurgias em um só espaço.

Nesta ano, Macaé foi a única cidade da região a vacinar cerca de 25 mil crianças, de 1 a 12 anos, contra os sorotipos A, B, C, W e Y da meningite, estabelecendo assim um cinturão de proteção contra a doença.
A inauguração do Centro de Especialidades Médicas Dona Alba agilizou o fluxo de atendimento ao paciente, desde o agendamento da consulta, até o início do tratamento através de medicação, ou marcação de cirurgia eletiva. Cerca de 15 mil atendimentos já foram realizados na unidade que ocupa a sede da antiga fábrica Bariloche.

Além disso, a prefeitura mantém como referência os procedimentos de média e alta complexidades realizados pelo Hospital Público Municipal (HPM) e o Hospital Público Municipal da Serra, garantindo também a assistência preventiva, ao instalar Unidades Básicas de Saúde (UBS) em bairros-centrais que ampliam o acesso da população.
 

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário