Macaé News
Cotação
RSS

Campos - Rodoviários vão circular a partir deste sábado com 30% da frota

Publicado em 03/05/2014 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


O presidente do Instituto Municipal de Trânsito e Transportes (IMTT), Álvaro Oliveira, recebeu, na tarde desta sexta-feira (2), documentos do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Passageiros e Cargas de Campos e do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Campos, oficiando ao órgão a decisão de colocar “em circulação imediata” 30% da frota de ônibus, cujo controle foi tomado quinta-feira (1º) pela Prefeitura e o Ministério Público Estadual, para garantir o atendimento mínimo exigido por lei à população. Com as empresas voltando a circular, a passagem volta a ser cobrada e, quem tem o cartão Campos Cidadão, pagará R$ 1.

“O sindicato dos trabalhadores e o sindicato patronal informaram que colocarão os ônibus para circular a partir de 5h de amanhã, sábado, dia 3. O IMTT vai manter a logística empregada nestes dois dias, com os ônibus acautelados no Ceasa, motoristas e guardas municipais de sobreaviso e o apoio da Polícia Militar, para o caso de qualquer eventualidade. Se 30% da frota – um total de 81 ônibus – não forem postos para atender passageiros de bairros e localidades, vamos assumir novamente o transporte público”, afirmou o presidente.

Nos documentos, os sindicatos informam que “por motivo de segurança dos trabalhadores, dos usuários, enfim dos cidadãos, os trabalhadores somente voltarão a circular com 30% de seu efetivo, se for garantido o apoio do 8º Batalhão de Polícia Militar, com o mesmo rigor que tem dado à ação conjunta do Ministério Público Estadual e da Prefeitura de Campos”. O secretário de Paz e Defesa Social, Major Francisco Melo, explicou a necessidade de reforço na segurança desde que os ônibus voltaram a circular.

- Precisamos do apoio da PM porque se trata de uma situação atípica, com motoristas da prefeitura atuando no lugar de grevistas, com passagem gratuita, com um número reduzido de ônibus, que vínhamos aumentando para conseguir chegar aos 30% da frota. Como as empresas estão retornando com os ônibus de suas garagens, acredito que a segurança será mantida como antes, tanto pela Polícia Militar como pela Guarda Civil - informa.

O presidente do IMTT ainda destacou que a situação do transporte, mesmo com 30% da frota das empresas rodando, não atende às determinações judiciais. “Com o retorno dos ônibus pelas empresas amanhã, os sindicatos resolvem a questão com a Prefeitura, pois o município desapropriou 30% da frota em uma ação de caráter emergencial, para não deixar a população totalmente desassistida. No entanto, o sindicato dos empregados rodoviários tem multa diária de R$ 10 mil e o dos empresários de R$ 50 mil, por estarem descumprindo a determinação da Justiça de retornar a prestação do transporte público com 100% da frota”, concluiu.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário