Macaé News
Cotação
RSS

Construção de ponte ainda é um problema para motoristas que trafegam pela RJ-182

Publicado em 02/05/2014 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


Douglas Smmithy

Douglas Smmithy

» O jeito é optar por estradas ao entorno e cortar caminho por dentro do Parque de Exposições
 
A dona de casa Jocilene Paixão faz um percurso de bicicleta de mais de oito quilômetros todos os dias da localidade Piteira, onde mora até o bairro Usina, em Conceição de Macabu. Ela resume em algumas palavras, o drama que ela passa ao usar a conhecida e temida ‘pinguela’ construída para auxiliar na passagem sobre o riacho, às margens da rodovia estadual RJ-182. 
 
“Gente isso aqui está um perigo. Mas para não dar uma volta de pouco mais de três quilômetros, me arrisco. Em dias de chuva isso aqui oferece risco. Sou obrigada a descer da bicicleta e passar empurrando. E olha que os meses passam e a obra nada de ficar pronta. Se eu vier de ônibus vou ter que pagar e ainda dar uma volta grande o que demoraria ainda mais minha ida até a cidade”, denuncia. 
 
A estrada é o principal acesso de Conceição de Macabu, com a região serrana do Estado. No trajeto cidades como Trajano de Moraes, Santa Maria Madalena e a turística Nova Friburgo, Teresópolis e Petrópolis. O local está interditado a pouco mais de cinco meses, e desde que a ponte caiu, o ponto passa pela construção de uma nova passagem, orçada segundo a placa de informações no local, em pouco mais de R$ 2.5 milhões e meio de reais. 
 
De moto, Marcos Souza, 50 anos precisa passar pelo local para chegar ao sítio onde mora a uma distância de 13 quilômetros do Centro. Ele é um dos que dizem estar sendo prejudicados com a demora na liberação do local. “Preciso dar uma volta grande para poder chegar até aqui. Ainda bem que a prefeitura liberou o espaço do Parque de Exposições para poder passarmos. Se não fosse esse atalho, teria que dar uma volta ainda maior pelo bairro Álcalis, Chácara de Santana, Vila Nova e somente após chegar ao Centro”, conta. 
 
Segundo nota divulgada pelo Departamento de Estradas e Rodagens – DER, a estrutura com dez metros de comprimento cedeu por conta da má conservação e por conta das chuvas que atingiram as regiões na época. O DER está com equipes no local, e de acordo com a placa de informações da obra, cerca de 30 empregos estão sendo oferecidos. As fundações foram avariadas diretamente pelo grande volume de água que corre pelo riacho que fica sob a ponte. 
 
A orientação é que os motoristas que tenham qualquer dúvida sobre a trafegabilidade da RJ-182, ou de alguma outra rodovia estadual, devem entrar em contato com o Plantão Rodoviário do DER-RJ (2332-5532), 24hs à disposição dos usuários. Por nota oficial, a Prefeitura de Conceição de Macabu informou que o DER esteve no município na última sexta-feira (25) e que toda obra de construção da ponte está sendo feita pelo órgão, com o acompanhamento da prefeitura, através da secretaria de Obras e Urbanismo. 
 
A previsão é de que até o dia 10 de maio a obra seja concluída, portanto, não vai atrapalhar a Festa de Exposição Agropecuária, que acontece entre os dias 29 de maio e 01 de junho e que já tem a confirmação de Paula Fernandes, Sambô, Robson Monteiro e outras diversas atrações.
 

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário