Macaé News
Cotação
RSS

Comissão debate necessidade de mais intérpretes de Libras em universidades

Publicado em 23/08/2019 Editoria: Educação sem comentários Comente! Imprimir


A Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência realiza audiência pública nesta terça-feira (27) para debater as propostas de aumento do corpo profissional de intérpretes da Linguagem Brasileira de Sinais (Libras) nas universidades e institutos federais de educação, ciência e tecnologia.

A deputada Erika Kokay (PT-DF), que pediu a audiência, lembra que, pela legislação, as universidades e institutos de educação devem proporcionar aos alunos surdos os serviços de tradutor e intérprete de Libras em sala de aula e em outros espaços educacionais, bem como equipamentos e tecnologias que viabilizem o acesso à comunicação, à informação e à educação.

Para debater o tema, foram convidados:
- a secretária Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Priscilla Roberta Gaspar de Oliveira;
- representante do Sindicato de Intérpretes, Guia intérpretes e Tradutores de Libras do DF, Nadjar Aretuza Magalhães;
- representante do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica, Felipe Oliver;
- representante do Ministério do Planejamento;
- representante do Ministério da Educação;
- representante da Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-administrativos em Instituições de Ensino Superior Públicas do Brasil (Fasubra).

› FONTE: Agência Câmara


sem comentários

Deixe o seu comentário