Macaé News
Cotação
RSS

Salesiana: avanços em Pesquisa e Extensão

Publicado em 28/04/2014 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


Divulgação

Divulgação

         Acompanhar de perto a implantação do Parque Tecnológico de Macaé é um dos passos da Faculdade Salesiana Maria Auxiliadora (FSMA) e do Ensino Técnico do INSG/Castelo na área de pesquisa e extensão. No local serão instalados, entre outras estruturas, os Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs), o Núcleo de Incubação e Centros de Desenvolvimento Tecnológico.

Projeto liderado pela Prefeitura de Macaé, o Parque visa a transformação da cidade numa referência nacional no campo da ciência, do desenvolvimento tecnológico e da capacidade de geração de inovações para a indústria de petróleo, gás e energia; integrando os centros universitários, as instituições de ciência e tecnologia e os polos industriais instalados no município.

           A FSMA E O INSG/Castelo integram o Comitê Consultivo de implantação do empreendimento, criado para dar apoio no desenvolvimento de ações estratégicas.

- Participamos do projeto desde o início. Atualmente o Conselho Consultivo faz reuniões periódicas onde discutimos questões como o tipo de gestão que será utilizado no Parque, o desenvolvimento de pesquisas, ações de fomento, a construção do Museu do Petróleo, entre outras. Também abordamos qual será o papel de cada uma dessas instituições nesse cenário - explica o Coordenador de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão da FSMA, Prof. Drnd. Rodrigo de S. Melo, que representa a FSMA no Conselho Consultivo, ao lado da Coordenadora do Ensino Técnico do INSG/Castelo, Scheila Abreu.

 

Programa de Iniciação Científica e Parcerias para capacitação técnica

Outra iniciativa da instituição que visa ao avanço da pesquisa é o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica - PIBIC/FSMA. Para a instituição, o desenvolvimento de pesquisa científica propicia, entre outras coisas, uma melhor formação dos acadêmicos de graduação e de pós-graduação, através da participação em atividades de pesquisa articuladas com o ensino e com a extensão.

- Atualmente são 20 projetos em andamento. Dois deles são de alunas que foram aprovadas no Programa Ciências sem Fronteiras, do Governo Federal – afirma o Coordenador, acrescentando que o próximo edital do PIBIC será publicado no segundo semestre deste ano.

          A criação de parcerias com instituições nacionais e internacionais também está entre as iniciativas da Coordenação de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão da Salesiana.

A instituição fechou algumas parcerias durante sua participação no ano passado na Tecnópolis, uma feira tecnológica realizada em Buenos Aires, e que tem como objetivo estimular o jovem argentino a se aprofundar nos estudos nas áreas de robótica, computação, química e engenharia, nos níveis técnico e superior.

- A Faculdade Salesiana Maria Auxiliadora foi a única instituição acadêmica brasileira no evento. Estavam presentes autoridades como ministros, grandes empresas e representantes de câmaras técnicas de petróleo e gás. Foi uma oportunidade de firmarmos grandes parcerias – informa Rodrigo de S. Melo.

Entre as parcerias estão: com a UNPAZ (Universidad Nacional de José C. Paz), em Buenos Aires, para intercâmbio entre os alunos e professores (presencial ou à distância) cujo objetivo é capacitação técnica e superior em engenharia e robótica; e com uma universidade da Patagônia, para a capacitação dos alunos brasileiros e argentinos por sistema EAD; além da participação da FSMA nos editais de inovação tecnológica da FINEP.

 

LEGENDA DA FOTO: Coordenador de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão da FSMA, Prof. Drnd. Rodrigo de S. Melo, na Tecnópolis, em Buenos Aires.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário