Macaé News
Cotação
RSS

Prefeito entrega certificado e medalha aos alunos do Bolsa Escola

Publicado em 21/08/2019 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


Cerca de 50% dos alunos contemplados nesta etapa conseguiram se manter da anterior

Cerca de 50% dos alunos contemplados nesta etapa conseguiram se manter da anterior

A entrega dos certificados e medalhas aos cem beneficiados na segunda etapa do programa Bolsa Escola, realizada nesta terça-feira (20) no auditório da Cidade Universitária, lotou o espaço de familiares e profissionais da Educação. Depois do lançamento deste programa, que concede o valor de R$600 por mês aos alunos com melhores resultados nas disciplinas, as notas melhoraram nas turmas do Ensino Fundamental em 95% e o índice de infrequência chega a quase zero, pois todos estão se esforçando para ganhar a bolsa.

Cerca de 50% dos alunos contemplados nesta etapa conseguiram se manter da anterior, sendo bicampeões do Bolsa, por isso além do certificado, receberam medalhas do prefeito Dr. Aluizio e do secretário de educação, Guto Garcia.

Histórias lindas marcaram a cerimônia, como a do aluno do Colégio Paulo Freire, no Lagomar, Ronaldo Santana dos Santos, de 41 anos. Deficiente visual, ele é aluno da Educação de Jovens e Adultos (EJA). "Eu achava que não tinha chances, foi uma surpresa. Eu estudo, eu presto atenção, não falto, gosto de tirar notas boas e agora vou investir em materiais de acessibilidade para estudar mais", detalhou.

Outro caso de destaque foi das colegas Jhovana Tavares Martins e Mell Magnólia Pires Malta, do 6º ano do Colégio Municipal Engenho da Praia, que atuaram como monitoras e ajudaram a amiga Gabrielle Brandão de Oliveira, que conseguiu ser beneficiada nesta segunda etapa, ficando em primeiro lugar entre os cem. Assim como Gabrielle, outra primeira colocada foi Ana Carolina de Oliveira, da Correção de Fluxo do Colégio Elza Ibrahim. "É minha primeira vez no Bolsa Escola, vou comprar um celular e guardar o resto. Estudo desde o quarto ano na rede pública", disse Gabrielle, de 11 anos.

O prefeito Dr Aluizio parabenizou os alunos e destacou que o conhecimento é uma da coisas mais importantes para a vida.
"Esta bolsa não é um presente, não é um apoio, não é uma bolsa para ajudar no custo familiar, mas é para que vocês tenham certeza que a única ferramenta que transforma o mundo é a educação por mérito de vocês. Só através do conhecimento, do estudo no cotidiano, haverá melhoria de vida. Através do esforço haverá sempre a sua recompensa", afirmou.

O secretário Guto Garcia disse que o Bolsa Escola é um dos melhores projetos da prefeitura. "Para esses alunos, que com muita dedicação e estudo estão aqui ganhando por três meses a bolsa e irão ajudar seus colegas nas dúvidas nas matérias, meus parabéns. Este é um projeto idealizado pelo prefeito. Comprovamos a diferença entre o primeiro e o segundo bimestre nas turmas com a melhoria das notas em 95%, tanto que 50% dos alunos desta etapa são bicampeões", comentou.

Alegria também para os diretores das escolas, que vibram com os resultados e mudanças nas turmas motivadas pelo Bolsa Escola. "Podemos assistir de perto a motivação dos alunos para a melhoria nas notas, estudando mais e ajudando uns aos outros", frisou Luziana Simões, diretora do Colégio Botafogo.

O programa prevê o pagamento do benefício de R$ 600. Em contrapartida, eles farão atividades pedagógicas nas escolas, em apoio a alunos com dificuldades, durante oito horas semanais. As jovens  Jhovana e Mell se orgulham da conquista de Gabrielle Brandão de Oliveira, e admitem que se surpreenderam em estar nesta segunda lista.

"Estamos muito felizes. Quando vi nosso nome, me emocionei, nem acreditei. Sabia que tinha muita gente esforçada estudando muito neste bimestre. Mas, conseguimos. Agradeço a minha família, professores e amigos, em especial a Mell",  contou Jhovana. Já a aluna Mell Magnólia não escondeu a emoção e satisfação em poder receber mais uma vez a bolsa. "Quando ganhei o benefício fiz questão de ajudar minha família, e comprar um celular pra mim. Agora vou guardar para fazer uma poupança, e juntar dinheiro para realizar um curso preparatório", assinalou. 

Jhovana e Mell confirmam que vão continuar estudando juntas, pois as mesmas compartilham de gostos semelhantes e objetivos comuns. Orgulhoso,  o secretário de Educação, Guto Garcia, pontuou que o Bolsa Escola é um projeto pioneiro no estado e uma conquista para as 106 escolas municipais.

A secretária adjunta de Educação Básica, Leila Clemente, explicou que a concessão da bolsa também considerou os critérios de desempate: maior nota obtida em Língua Portuguesa, maior nota em Matemática, maior percentual de frequência total do aluno no bimestre e aluno mais velho. A Bolsa Escola está prevista no decreto que trata da Lei 4.529/2018 e está diretamente relacionada ao desempenho pedagógico do aluno.

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário