Macaé News
Cotação
RSS

Rio ganhará novo centro de inovação tecnológica

Publicado em 30/04/2014 Editoria: Tecnologia sem comentários Comente! Imprimir


A Intel - uma das gigantes de tecnologia - e a prefeitura do Rio anunciam nesta quarta-feira (30) a instalação do Centro de Inovação da Intel na cidade. A unidade, com foco no desenvolvimento de soluções inovadoras utilizando tecnologias de HPC, Big Data e Internet das Coisas (IoT, da sigla em inglês) nas áreas de Pesquisa de Óleo e Gás e Cidades Inteligentes é resultado de uma parceria da Intel com o Governo do Estado e a prefeitura do Rio e consequência de acordo de cooperação com o governo federal.

A escolha do Rio de Janeiro como sede foi influenciada pela presença no estado de empresas de Óleo e Gás, que fazem uso constante de tecnologias de computação de alto desempenho. A unidade ficará na Avenida Rio Branco, no Centro do Rio. O evento acontece no Palácio da Cidade, em Botafogo, e conta com a presença do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, e do secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Alexandre Vieira, e dio gioverNador Luis Fernandop Pezão.

O Centro de Inovação terá como objetivo principal oferecer acesso às tecnologias de computação de alto desempenho (HPC - High Performance Computing, na sigla em inglês) para empresas de todos os portes. Além disso, o Centro promoverá qualificação de ponta em HPC, fundamental para a exploração do pré-sal, e soluções que agregam inteligência na Nuvem a serviços públicos e privados. As atividades englobam ainda o trabalho com startups e a interação direta com outros centros de pesquisa, empresas privadas e universidades para provas de conceito, incubação de novos aplicativos e suporte ao desenvolvimento.

A iniciativa é também resultado de um acordo firmado, em fevereiro de 2013, entre a Intel e o Governo Federal, com o intuito de incentivar o desenvolvimento de Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) que ajudam a inserir o Brasil em cadeias globais relacionadas às áreas de interesse nacional, como energia e transportes. Esse acordo totaliza um investimento de R$ 300 milhões da empresa no Brasil em Pesquisa e Desenvolvimento e Inovação (PD&I), no período de cinco anos, e está alinhado ao Programa Estratégico de Software e Serviços de Tecnologia da Informação (TI Maior), do Governo Federal, que tem como meta o incremento das atividades das TICs no país.

“A ideia é democratizar o acesso de empresas brasileiras a computação de alto desempenho. Acreditamos que isso pode ser um fator fundamental para o desenvolvimento da economia do país”, destaca Fernando Martins, diretor executivo de Estratégia e Inovação da Intel Brasil.

O Centro, que será instalado em área com os mais avançados recursos tecnológicos no Rio, oferecerá sistemas de hardware e software de última geração, com os processadores e softwares considerados o estado-da-arte e desenvolvidos pelo Intel Labs. O espaço contará com três áreas: uma dedicada aos sistemas para uso das empresas em Provas de Conceito (PoCs) e Projetos-Piloto; outra para o desenvolvimento de projetos de universidades e centros de pesquisa apoiados pela Intel no país; e uma terceira para incubar startups e fomentar o surgimento de novos produtos ou serviços para o mercado brasileiro via o empreendedorismo.

A escolha do Rio de Janeiro como sede do Centro de Inovação foi influenciada pela forte presença, no Estado, de empresas do segmento de Óleo e Gás, que fazem uso constante das tecnologias de Computação de Alto Desempenho. “O Rio de Janeiro é uma aposta  natural para as tecnologias alvo de HPC, Big Data e Internet das Coisas, já que conta com uma das maiores infraestruturas de computação e comunicação do país, e com um ecossistema local de desenvolvedores”, afirma Max Leite, Diretor de Inovação da Intel no Brasil “Além disso, desafios como sediar as Olimpíadas de 2016 demandam soluções novas para apresentar uma cidade inteligente”, conclui Leite.

A hospedagem inicial do Centro de Inovação ficará a cargo da empresa de serviços AMT, que abriga um Data Center no local onde o Centro será instalado. Com mais de 20 anos de atuação no mercado local, a AMT oferece infraestrutura de TI como serviços, com foco em cloud computing. A aliança com uma empresa nacional permitirá a transferência de tecnologia no estabelecimento de um centro de conhecimento e treinamento dos serviçosem HPC& Big Data.

Investimentos em educação

Além do Centro de Inovação, a Intel Brasil anuncia o primeiro IPCC - Intel Parallel Computing Center - em parceria com o Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia (COPPE) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O programa global IPCC tem por objetivo custear bolsas a pesquisadores e PhDs que desenvolvam aplicações de software com técnicas de programação paralela utilizando HPC.

“A COPPE/UFRJ será o primeiro de vários IPCCs no país, e dará ao Rio e ao Brasil acesso e inclusão na vanguarda mundial de computação de alta performance, atuando de forma integrada ao novo Centro de Inovação” conta Max Leite. “O IPCC da  CO

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário