Macaé News
Cotação
RSS

Bandas se preparam para desfile no dia 29 em Macaé

Publicado em 25/07/2019 Editoria: Cultura sem comentários Comente! Imprimir


O desfile vai acontecer nesta segunda (29) às 9h30, na Avenida Elias Agostinho, Imbetiba

O desfile vai acontecer nesta segunda (29) às 9h30, na Avenida Elias Agostinho, Imbetiba

As corporações musicais da rede municipal estão em ritmo intenso de ensaios para o desfile cívico dos 206 anos de fundação da vila de Macaé. Os integrantes estão se reunindo, mesmo em período de recesso escolar, nas sedes das escolas até sexta-feira (26). O desfile vai acontecer nesta segunda (29) às 9h30, na Avenida Elias Agostinho, Imbetiba.

Este ano a programação contará com as corporações musicais Generino Teotônio de Luna (Professor Jamil Andrade Dias-Virgem Santa), Polivalente Anísio Teixeira (Costa do Sol), Cláudio Moacyr de Azevedo (Aeroporto), Oscar Cordeiro (Aeroporto), Professora Maria Isabel Damasceno Simão (Centro), Tarcisio Paes Figueiredo (Professor Rossini Medeiros-Bicuda Grande). Na lista também estão Elza Ibrahim (Ajuda), Jacyra Tavares Duval (Novo Cavaleiros), Paulo Freire (Lagomar) e Leonel de Moura Brizola (Barra). O projeto Bandas Escolares possui cerca de 700 participantes de 13 escolas municipais.

Cerca de 30 estudantes do Ciep Municipalizado Leonel de Moura Brizola serão conduzidos pelo instrutor Wagner Casemiro e ficam atentos aos detalhes dos ritmos dos instrumentos. Entre eles está Michelly Taisa Miranda Brito, de 13 anos. A aluna do 6º ano disse que fez questão de sair de casa, no Lagomar, mesmo de férias. "Estou na banda desde novembro. Fiz muitos amigos aqui, e até melhorei minhas notas, pois fiquei mais atenta", conta. O repertório, segundo o instrutor Casemiro, contará com canções dos anos 80 e 90, além de Tim Maia, Djavan e Ludmilla. "Em virtude do desfile, os ensaios acontecem todos os dias", observa.

Outra participante é Alessandra Mayara dos Santos, de 12 anos. A aluna do 7º ano, que se dedica ao instrumento "caixa", se orgulha de falar que  ao fazer parte da banda, despertou o interesse de outros colegas como Gecilene e Rayka. "Fiquei tão feliz em me integrar na banda, que contei para todos. O dia do desfile é muito especial. É um momento inesquecível", assinala.

Um dos primeiros integrantes da banda, Lucas de Vasconcelos, estudante do programa Correção de Fluxo Escolar, ressalta que o projeto despertou a vontade de aprender vários instrumentos. "O desfile é muito esperado por todos. Toco caixa, mas já passei por bumbo e atabaque. Muitos amigos que também entraram junto comigo ainda estão na banda. Esse projeto é muito legal", destaca.

De acordo com a diretora do Ciep, Eliane Araújo, o projeto trabalha união, disciplina, melhor comportamento e boas notas."Vamos unir alunos e profissionais do desfile. Ficamos muito orgulhosos de ver a dedicação dos alunos da banda. Temos ex-estudantes, que ainda fazem parte do projeto e a banda está se preparando para apresentações do segundo semestre como a abertura da Feira de Ciências e desfile de Sete de Setembro. No próximo ano teremos um corpo coreográfico", comenta.

Projeto possui 700 alunos de 13 escolas 

Com cerca de 700 participantes de 13 escolas municipais, o projeto Bandas Escolares tem como propostas estimular a permanência do aluno na escola, prepará-los a se tornarem cidadãos críticos e permitir que talentos sejam valorizados e reconhecidos, contribuindo com a interação da comunidade e cultura. O projeto segue a determinação da  lei 13.278-2016, que inclui as artes visuais, a dança, a música e o teatro nos currículos dos diversos níveis da educação básica.

De acordo com o coordenador, Luis Carlos Pereira, para participar das bandas escolares, os alunos devem frequentar regularmente as aulas e ter boas notas. Em caso de três faltas injustificadas, o estudante é substituído por outro que está no cadastro reserva. "Outra proposta da rede municipal de ensino é incentivar a aproximação entre os alunos e o ambiente escolar", pontua.

As bandas escolares contam com a atuação de instrutores concursados, que levam para os alunos ensinamentos da música e princípios como disciplina, concentração, postura e expressão. "Muitos dos instrutores já foram ex-alunos e integrantes de bandas da rede municipal. Eles também fazem parte da banda da Secretaria Municipal de Educação, que se apresenta em instituições e outros eventos promovidos no município", frisa Luis Carlos.

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário