Macaé News
Cotação
RSS

Solar dos Mellos promove ‘Quintas no Museu’ com atração de dança do ventre

Publicado em 24/07/2019 Editoria: Cultura sem comentários Comente! Imprimir


Mais nova forma de diversão cultural no centro da cidade, o ‘Quintas no Museu’ tem sido um espaço aberto ao aguçamento da criatividade dos que participam semanalmente do projeto. Desenvolvido pela Secretaria Municipal de Cultura, no Solar dos Mellos, já se tornou ponto de encontro onde são promovidas palestras, oficinas técnicas e artísticas, tudo isso aliado a um cardápio de entretenimento, com venda de produtos artesanais e da gastronomia.

Nesta quinta-feira (25), a dança do ventre será a atração especial e irá mostrar o talento da bailarina de dança oriental árabe, Sheila Iman. O início da apresentação será às 19h, mas o espaço do Solar será aberto a partir das 17h, quando o público poderá circular em ambiente agradável e aprovado por todos que por lá já passaram.

Atração artística

Sheila Iman é macaense e iniciou o aprendizado da dança ainda criança, passando pelo balé clássico, jazz e flamenco, entre outras modalidades. Sua fascinação pelo Egito definiu a escolha pela dança árabe, que fez na idade adulta. Era um sonho do qual nunca desistiu e vem conciliando com a fisioterapia, profissão desenvolvida em paralelo com a dança. Buscou sempre o aperfeiçoamento técnico, foi estudar com os melhores profissionais da área, inclusive, fazendo curso específico de Pilates para bailarinos com os ex-coreógrafos da cantora Madonna, Michael King e Michael Mureahed.

O caminho do aperfeiçoamento seguiu junto a grandes nomes da dança oriental árabe nacional e internacional como Lulu Sabongi, Hana Hadara, Claudia Cenci (SP), Lu Midlej (RJ), Gamal Seif, Tito Seif, Khaled Seif, Mohamed Shahin, Monah Said, Raqia Hassan (Egito), dentre outros. “Procuro mostrar a verdadeira dança oriental árabe, a que é dançada por eles até hoje. A dança de raiz mesmo, e não a ocidentalizada mostrada nos palcos. Tento ser o mais fiel possível à cultura desse povo milenar, e foi por isso que estudei e ainda estudo tanto”, diz Sheila Iman.

Além dos shows constantes, a bailarina oriental é professora de dança com experiência em workshop e apresentações pelo Brasil. Em seus mais de 30 anos de dança, 20 deles foram dedicados à dança do ventre. Nessa trajetória, já se apresentou na Khan El Khalili, considerada a maior casa de chá árabe do país. Também fez parte da Cia da Dança Al Qamar, em São Paulo, e desde 2011 se apresenta em shows com Tony Mouzayek e banda. Até recentemente, Sheila Iman foi professora de dança na escola do Jaime Arôxa e atualmente dá aulas no Tênis Clube de Macaé.

 

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário