Macaé News
Cotação
RSS

Alunos da Padaria-Escola do Cetep fazem visita técnica ao Supermercado Extra

Publicado em 22/07/2019 Editoria: Educação sem comentários Comente! Imprimir


Esta foi a primeira aula prática da turma, fruto da parceria entre o Cetep e o Extra

Esta foi a primeira aula prática da turma, fruto da parceria entre o Cetep e o Extra

Vinte e dois alunos e alunas do curso Auxiliar de Panificação e Confeitaria, do Centro de Educação Tecnológica e Profissional (Cetep), colocaram, pela primeira vez, a mão na massa, na manhã desta segunda-feira (22), durante visita técnica à panificação e confeitaria do Supermercado Extra, no bairro Cavaleiros. Esta foi a primeira aula prática da turma, fruto da parceria entre o Cetep e o Extra dentro do projeto “Mãos na Massa”, do Viva Bairro, implementado pelo Grupo Pão de Açúcar, ao qual o supermercado  pertence.

“Fiz o curso ano passado, há dois meses fui contratada e trabalho na padaria do Extra. Estou muito feliz. É daqui que sustento a minha família com a profissão que aprendi no Cetep e me apaixonei”, contou Sarita Raquel da Silva Ignácio, mãe de três filhos e moradora no Bairro Aroeira. Ela disse que trabalhava como ajudante de cozinha, mas, ao ficar desempregada, resolveu fazer o curso no Cetep e hoje não consegue se ver trabalhando em outra coisa. Ela acompanhou a visita e foi motivo de incentivo para os alunos, assim como o padeiro do supermercado, Jorge Almeida de Souza, certificado pelo curso do Cetep e que ministrou a aula prática aos alunos.

Josué Miguel Santos Silva, 18 anos, morador no Bairro Lagomar, contou que concluiu o Ensino Médio e, como ainda não sabe que faculdade quer seguir, resolveu fazer o curso e está gostando muito. “Ainda não sei se é a profissão que quero para a vida toda, mas estou achando tudo muito interessante e a cada dia tenho mais vontade de aprender. Esta visita me animou ainda mais”, observou ele, que mora com os pais e um irmão caçula.

A colega de turma, Ana Moreira, disse que entrou no curso para aprimorar o que sabia fazer em casa e hoje já está estudando o mercado de panificação e confeitaria para ver se investe nesta área profissionalmente. “Parece uma boa oportunidade de geração de renda, mas, estou estudando como funciona, de fato, na prática”, avaliou.

Eles acompanharam de perto todo o processo de preparação de cerca de 600 pães franceses e a confecção de bolos confeitados desde a seleção dos ingredientes até a retirada da fornada para o consumo. A secretária de Qualificação Profissional e Ensino Médio, Leandra Lopes, esteve na aula junto com a gerente geral do Extra, Adriana Barcellos.

“Este curso é muito importante porque não é somente uma profissão que os alunos aprendem. Muitos passam a sustentar a sua família a partir deste curso, como outros que oferecemos. Mas este, em particular, é muito recente e tem transformado para melhor a vida das pessoas. Muitos alunos entram desempregados e saem do curso empregados e com uma profissão muito importante. É gratificante ver todo o nosso trabalho revertido em aprendizado e bem-estar das pessoas. É uma emoção muito grande que levamos para a vida toda”, destacou a secretária.

A gerente do supermercado explicou que o Viva Bairro atende a população no entorno com diversos projetos sociais, destacando, em Macaé, além do “Mãos na Massa”, a Feira de Artesanato, Feira de Adoção de Animais e Saúde com medição da pressão arterial e glicose. “São projetos desenvolvidos sempre com alunos em cada setor e também fazemos parceria com a iniciativa privada. O objetivo é compartilhar aprendizado para o bem-estar dos nossos clientes e o desenvolvimento local”, enfatizou a gerente.

“Na visita, os alunos viram como funcionam equipamentos modernos que agilizam a produção mantendo a qualidade dos produtos no dia-a-dia de uma grande empresa”, disse a instrutora do curso, Regina Célia Bastos, destacando que as mulheres são a maioria no curso. Ela informou que durante os três meses de capacitação, os alunos recebem aulas teóricas e práticas na Padaria-Escola do Cetep, que funciona na Barra de Macaé.

Até chegar às vitrines da padaria, o tradicional pão francês começa com os ingredientes sendo pesados, colocados na batedeira, cilindro, mesa de enformar, máquina divisora e modeladora, de onde sai cortado e enrolado pronto para ir ao tabuleiro para fermentação e, em seguida, ao forno a 180º. Leva em média 15 minutos para assar e o processo todo tem oito horas.

O secretário de educação, Guto Garcia, parabenizou os alunos pela iniciativa de estar nesta oportunidade de se qualificar para o mercado de trabalho.

Conheça o curso
O Cetep iniciou o curso de Auxiliar de Panificação e Confeitaria em junho do ano passado e já é um dos mais procurados. Como todo curso, as inscrições são públicas e feitas por meio de edital de seleção. Os alunos aprendem sobre tecnologia de panificação, teoria básica da panificação e confeitaria (bolos, pães e tortas) e prática de fabricação. Além disso, fazem parte do currículo conteúdos de qualidade, meio ambiente, segurança e saúde, boas práticas na manipulação de alimentos, relacionamento interpessoal, ética no trabalho e matemática aplicada. No final, eles recebem certificados de conclusão do curso.

As aulas são ministradas no Complexo Popular de Alimentação (Copa) da Secretaria de Educação, que funciona à Rua Hildebrando Alves Barbosa, 298, em frente ao Ciep Municipal Leonel Brizola, próximo ao 32º Batalhão da Polícia Militar (BPM). O Cetep oferece outros cursos gratuitos. Para informações, os interessados devem entrar em contato na própria unidade à Rua Alfredo Backer, 363, no Centro da cidade, próximo ao Corpo de Bombeiros.
 

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário