Macaé News
Cotação
RSS

Saúde alerta sobre prevenção às hepatites virais

Publicado em 16/07/2019 Editoria: Saúde sem comentários Comente! Imprimir


A Secretaria de Saúde de Macaé, por meio da Coordenação do Programa DST/Aids, realizará no dia 25, das 9h ao meio-dia, na Praça Veríssimo de Melo, uma mobilização para chamar atenção da população sobre as formas de prevenção e tratamento das hepatites virais. Na ocasião serão distribuídos folhetos explicativos e preservativos.

A ação é alusiva ao &39;Julho Amarelo&39;, instituído este ano pelo Governo Federal como o mês de conscientização sobre as hepatites virais. O objetivo é reforçar as iniciativas de vigilância, prevenção e controle do agravo. Desde 2010, o dia 28 de julho foi escolhido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para celebrar o Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais.

A coordenadora do programa, Cátia Nascimento, explica que a secretaria quer intensificar a prevenção e o controle da doença, por meio da vacinação contra a hepatite B e o diagnóstico precoce para evitar complicações.

O Programa DST/Aids oferece testagem rápida para diagnóstico de hepatites B, C, Sífilis e para Aids. “Para realizar a testagem é preciso fazer o agendamento na sede do programa, na Rua Alfredo Backer, 182, no Centro ou pelo telefone 2796-1704”, explica Cátia.

Programa - O DST/Aids conta com equipe multidisciplinar. A porta de entrada do serviço é o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA). Por meio do CTA, os usuários passam por uma entrevista com assistente social ou psicóloga, na qual são encaminhados para fazer os testes anti-hiv (diagnóstico), sífilis (treponêmico) e hepatites B e C (triagem). Os resultados saem em 30 minutos e o paciente é orientado pelo profissional que fez o primeiro atendimento.

O Programa DST/Aids conta com médicos de diversas especialidades, como infectologistas, clínico geral, pediatra, dermatologista, ginecologista, além de psicólogos, enfermeiros, técnicos, auxiliares de enfermagem, farmacêutico, assistentes sociais, biólogos, profissionais de apoio.

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário