Macaé News
Cotação
RSS

Ações de saúde bucal são intensificadas nas escolas de Macaé

Publicado em 09/07/2019 Editoria: Saúde sem comentários Comente! Imprimir


Com uma duração média de três meses, o tratamento restaurador é realizado por equipe formada por dentistas e auxiliares

Com uma duração média de três meses, o tratamento restaurador é realizado por equipe formada por dentistas e auxiliares

Em Macaé, alunos de nove escolas municipais de Educação Infantil já receberam o tratamento restaurador atraumático (TRA), trabalho que faz parte do reforço da saúde bucal. De fevereiro a junho, foram realizados 1.762 procedimentos restauradores e 2.755 consultas odontológicas. Com uma duração média de três meses, o tratamento restaurador é realizado por equipe formada por dentistas e auxiliares de consultórios odontológico, conforme reconhecimento pelo Conselho Regional de Odontologia.

Para receber o atendimento, o pai ou responsável pelo aluno deve autorizar mediante ficha específica que é entregue na própria escola. O TRA é um tratamento alternativo para a cárie dentária sem o uso de instrumentos rotatórios. A ação começa com a identificação das crianças com cáries menos complexas para posterior tratamento realizado no próprio ambiente escolar.

O tratamento segue um cronograma agendado com os diretores das escolas. Nesta segunda-feira (8), cerca de 20 alunos foram atendidos na Escola Municipal de Educação Infantil Maria Cecília Tourinho Furtado (Fronteira), que conta com 240 estudantes. Nesta terça-feira (9), as equipes vão atender nas unidades Nossa Senhora da Conceição e Afonso Corrêa Sabino nos turnos da manhã e tarde.

O diferencial do tratamento, de acordo com a coordenadora da Odontologia Coletiva, Carla Bittencourt, consiste na remoção da cárie com instrumentos manuais - a cavidade é preenchida com cimento de ionômero de vidro. A vantagem é que os alunos da Educação Infantil recebem o tratamento, que funciona como antibactericida e contribui com a saúde dos dentes provisórios e até permanentes, quando forem trocados, o que possibilita a melhor estima da garotada.

O trabalho na Escola Maria Cecília Tourinho Furtado foi aprovado pelos alunos e gestores. Entre eles estavam Kaiky Santos Rosa, Isabela de Souza Regis e Alex Sidney da Costa. "Gostei de tudo. Meu dente fica limpo. E nem dói", contou Alex.

Já as diretoras Elisângela Pizzo Precioso (adjunta) e Jane Valéria Ramos (geral) observaram que o atendimento do TRA  contribui com os pais que não têm muito tempo de levar os filhos  para atendimento odontológico. "Além disso, muitos alunos aprendem a importância da escovação durante a visita dos dentistas", pontuam.

Os casos que mais necessitam de atenção são encaminhados para o Consultório de Odontopediatria do Centro de Especialidades Odontológica. O espaço funciona  de segunda  a sábado, das 8h às 19h, na Rua Velho Campos, 566, Centro.

Prevenção também é trabalhada

Neste primeiro semestre letivo, as escolas municipais de Educação Infantil atendidas são: Olímpia Ribeiro dos Santos Machado (Cajueiros), Nossa Senhora da Conceição (Aeroporto), Lia Kopp Franco (Aeroporto), Afonso Corrêa Sabino (Aeroporto), Neiva Mariano (Visconde), Áttila de Aguiar Maltez Junior (Cajueiros), Maria das Dores, Iracy Pinheiro Marques (Lagomar) e Maria Cecília Tourinho Furtado (Fronteira). Para a volta às aulas, a partir de agosto, as escolas interessadas podem agendar o atendimento pelo telefone 2762-0539 ou pelo e-mail csbittencourt@uol.com.br.

Desenvolvida de maneira articulada entre as redes de saúde e educação em prol da saúde e bem-estar dos estudantes, há ainda o trabalho de prevenção, que abrange palestras nas escolas, escovação supervisionada, aplicação de flúor e orientação. A ação educativa, segundo Carla Bittencourt, se estende para entrega de escovas de dente, que são substituídas  duas vezes ao ano. "No mês de fevereiro, início do ano letivo e em agosto, os alunos recebem novas escovas," informa.

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário