Macaé News
Cotação
RSS

Guardas seniores vão atuar na Brasil Offshore

Publicado em 25/06/2019 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


Para atender ao público que passará pela feira de negócios e tecnologias Brasil Offshore, um grupo de doze guardas seniores recebeu, na semana passada, no Solar dos Mellos – Museu da Cidade de Macaé, um treinamento através do Programa de Educação Patrimonial da Secretaria de Cultura. A Brasil Offshore terá início nesta terça-feira (25), às 14h, estendendo-se até sexta-feira (28), no Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho, bairro São José do Barreto.

O grupo de senhoras designado pela Secretaria de Ordem Pública para o treinamento é parte da turma de cerca de 30 agentes que se habilitou, no Centro de Formação Profissional da Secretaria de Educação, em ‘Qualificação de Agente de Informações Turísticas’ em 2018. O curso com aulas três vezes na semana e duração de seis meses foi dividido em dois módulos, Educação Patrimonial e História Regional. Esta qualificação foi ministrada pelo coordenador do Programa de Educação Patrimonial, o historiador Bruno Rodrigues, que também é o responsável pelo treinamento.

"O objetivo deste treinamento e trazer à tona alguns temas abordados no ano anterior. É uma atualização para que elas se sintam mais confiantes para por em prática o que lhes foi passado, especialmente sobre a história e patrimônios do município", frisa o historiador e paleógrafo.

A agente de Informações Turísticas do projeto Guarda Sênior, Maria das Graças Ribeiro (70), conta que está segura para participar da Brasil Offshore. Não será a primeira fez para ela e para outras presentes ao treinamento que já atuaram na Conferência da Saúde, também no Centro de Convenções. Graça, que presta atendimento telefônico pelo número 0800 da Secretaria de Saúde, revela que tem bastante experiência em lidar com o público e que não vê a hora de participar deste grande evento da cidade. "Estou tranquila. Vou sorrir muito, tentar agradar a todos e prestar todas as informações possíveis", disse.

Patrimônio e Cultura

O Programa de Educação Patrimonial da Secretaria de Cultura engloba também o ‘Visita Guiada’ e o ‘Lugares de Memória’. Estes projetos atendem durante toda a semana a grupos de 10 a 40 pessoas que possuam veículo próprio para o deslocamento até ao museu e pelos demais roteiros históricos e culturais da cidade. Entre eles: Forte Marechal Hermes, Igreja de Santana, Fazenda Aires e ‘De Praça a Praça’. Além das visitas orientadas pela equipe do projeto, que contribui com informações históricas, culturais e arquitetônicas, as sessões no museu são direcionadas por faixa etária e de escolaridade, incluindo três animações sobre as lendas do município para os mais novos. Estudantes das diversas redes e níveis de escolaridade têm sido o principal público destes projetos.

A Educação Patrimonial da Secretaria de Cultura desenvolve ainda o projeto ‘Macaé em Fontes Primárias’. Este ano o museu adquiriu um scanner para digitalização de documentos históricos e equipamentos para sua higienização e para arquivamento eletrônico. Atuam neste projeto uma equipe de professoras treinadas e quatro estagiários dos projetos Nova Vida e Guarda Mirim, que preservam a memória do município a fim de propiciar pesquisas sobre Macaé e a região.

As pesquisas com base nestas fontes primárias são incentivadas por meio de outro projeto do Programa de Educação Patrimonial, o semestral ‘Professor Investigador’. O seu objetivo é divulgar os documentos digitalizados para que sejam multiplicadas as informações sobre Macaé e adjacências, contribuindo para a formação de novos pesquisadores e para aulas mais atraentes. Cerca de 5 mil visitantes interagiram em atividades realizadas no museu em 2018.

O Solar dos Mellos está localizado na Rua Conde de Araruama, no Centro. O telefone para mais informações é 2759-5049.

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário