Macaé News
Cotação
RSS

CCZ realizará mutirão em nove bairros

Publicado em 15/05/2019 Editoria: Saúde sem comentários Comente! Imprimir


Importante ferramenta no combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chicungunya, o Levantamento Rápido de Índice para Aedes aegypti (LIRAa) permite o diagnóstico rápido da situação de infestação de uma localidade, para direcionamento das ações de controle do vetor e de educação em saúde. Nesta perspectiva, a Secretaria de Saúde por meio do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) realizará quinta e sexta-feira (16 e 17), um grande mutirão em nove bairros devido aos índices de infestação, durante o levantamento realizado na última semana, casos suspeitos das doenças e os que apresentaram amostras positivas para o Aedes. A programação está sujeita a alteração caso chova.

O bairro Cajueiros foi o que apresentou o maior índice, e os depósitos predominantes onde os focos do mosquito foram encontrados estão os depósitos para armazenamento doméstico de água, como tonel, tambor e barril, depósitos móveis e fixos, bebedouros, vasos, calhas e ralos. Também receberão a equipe nesta quinta e sexta-feira os bairros Aroeira, Visconde de Araújo, Riviera, Nova Malvinas, Cavaleiros, Nova Esperança, Parque Aeroporto e Planalto da Ajuda.

De acordo com o coordenador do CCZ, Flávio Paschoal, além dos mutirões, outras ações serão intensificadas como o trabalho de Educação em Saúde, com ênfase nas escolas, órgãos públicos, empresas e meios de comunicação com instruções de combate ao vetor, bem como a Mobilização Social nos bairros com altos índices e fiscalizar e notificar os proprietários dos imóveis com sinais de abandono. 

Em Macaé, os agentes estão atuando em todos os bairros e além da vistoria, eles fazem também o trabalho de conscientização da população. “É fundamental o envolvimento da população no cuidado com suas casas e ficarem atentos as orientações feitas pelos agentes de endemias, vistoriando os pratinhos de planta, garrafas, e qualquer outro objeto que possa acumular água parada”, frisou Flávio.

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário