Macaé News
Cotação
RSS

Em jogo de nove gols, Fluminense consegue grande recuperação e vence o Grêmio no Sul

Publicado em 06/05/2019 Editoria: Esporte sem comentários Comente! Imprimir


Num duelo muito movimentado no Sul, o Fluminense viu o Grêmio abrir 3 a 0 em apenas 21 minutos, mas conseguiu reagir e saiu do confronto de tricolores, neste domingo à noite, em Porto Alegre, com uma vitória por 5 a 4. André, Everton, Jean Pyerre e Kannemann marcaram para a equipe gaúcha, enquanto Yony González (2), Luciano, Matheus Ferraz e Pedro, de pênalti, fizeram os gols do time carioca. No sábado, a equipe do técnico Fernando Diniz terá pela frente o clássico diante do Botafogo, no Maracanã.
Diante do Grêmio, o técnico Fernando Diniz não contou mais com Everaldo, já acertado com o Corinthians, e promoveu a estreia de Guilherme, que não atuava desde março pelo Bahia. A formação com três volantes não impediu que o Grêmio dominasse o primeiro tempo, trocando passes com facilidade e abrindo 3 a 0 em apenas 21 minutos.
No Tricolor gaúcho, Paulo Victor, Leonardo e Pedro Geromel, titulares da defesa, foram preservados antes do duelo contra a Universidad Católica, na quarta-feira, pela Libertadores. Mas o time de Renato Gaúcho não teve problemas para se impor. Logo aos cinco minutos, Bruno Cortez recebeu de Jean Pyerre, avançou pela esquerda e cruzou rasteiro para André completar para o gol. O árbitro Raphael Claus ainda consultou o VAR sobre um possível impedimento, mas validou o gol.

Sete minutos depois, o Tricolor gaúcho ampliou: Léo Moura tocou para Alisson, que cruzou para Everton, de cabeça, deslocar o goleiro Rodolfo e fazer 2 a 0 na Arena do Grêmio. Aos 21, Jean Pyerre tabelou com André e chutou sem chances para Rodolfo, aumentando o placar.

Antes do intervalo, Alisson chegou com perigo pela direita, invadindo a área, mas Rodolfo fez a defesa. Mas o Fluminense descontou, fazendo dois gols em apenas dois minutos. Primeiro, aos 38, Caio Henrique cruzou pela esquerda e Yony González marcou. Logo depois, o goleiro Júlio César, ex-jogador do Tricolor carioca, falhou ao tentar driblar Luciano, que não perdoou e fez o segundo do Fluminense na Arena do Grêmio.

O Fluminense voltou para o segundo tempo com o meia Danielzinho no lugar do volante Airton. E o Tricolor carioca começou pressionando: primeiro, Bruno Silva pegou um rebote e Júlio César fez a defesa e, logo em seguida, o goleiro do Grêmio salvou a equipe gaúcha numa cabeçada de Matheus Ferraz.

Mas, aos nove, Matheus Ferraz não desperdiçou: após cobrança de escanteio, Luciano cabeceou, Júlio César fez a defesa e o zagueiro do Fluminense, no rebote, completou para o gol, igualando o placar.

E o gol da virada veio aos 26 minutos, depois que a arbitragem marcou pênalti de Kannemann em Matheus Ferraz. Coube a Pedro, que entrou no lugar de Guilherme, cobrar e marcar para o Fluminense. Aos 38, foi a vez de Kannemann, de cabeça, igualar o placar, após cobrança de escanteio de Luan. Rodolfo ainda fez grande defesa, num chute de Luan, evitando o quinto gol do Grêmio. Já nos acréscimos, Yony González fez o gol da vitória do Fluminense.

Aos 50 minutos, os jogadores do Grêmio ainda pediram um pênalti e Raphael Claus consultou o VAR, mas o árbitro entendeu como lance normal.
 

› FONTE: O Dia


sem comentários

Deixe o seu comentário