Macaé News
Cotação
RSS

Começa capacitação dos novos agentes de endemias

Publicado em 03/05/2019 Editoria: Saúde sem comentários Comente! Imprimir


Os profissionais deram início à capacitação nesta sexta-feira (3), na sede da Secretaria de Saúde

Os profissionais deram início à capacitação nesta sexta-feira (3), na sede da Secretaria de Saúde

O combate ao Aedes aegypti, em Macaé, está sendo reforçando com o ingresso dos 50 novos agentes de endemias contratados, temporariamente, pela prefeitura, por meio de processo seletivo. Os profissionais deram início à capacitação nesta sexta-feira (3), na sede da Secretaria de Saúde.  A iniciativa integra uma série de medidas que vêm sendo adotadas pelo governo municipal a fim de conter o avanço das doenças causadas pelo mosquito: dengue, chikungunya e zika.

Na próxima semana os agentes iniciam o treinamento prático, bem como a atuação efetiva no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ). "Além do conhecimento teórico, que estão sendo ministrados nesses dois dias - sexta e segunda-feira (6) -, estamos capacitando os agentes para que eles tenham responsabilidade em levar o aprendizado para as ruas, como visitas domiciliares, orientação aos moradores, identificação de focos, entre outros", disse um dos supervisores das equipes do CCZ, David Tavares.

Os números do último boletim, divulgado pela Coordenadoria de Vigilância em Saúde, nesta sexta-feira (3), apontam que, em Macaé, neste ano, foram registrados 818 casos de chikungunya, 63 de dengue e 5 de zika. A preocupação é manter a população consciente do seu papel para adoção de uma rotina de hábitos preventivos.

"Estamos reforçando nossas equipes com a chegada desses 50 profissionais que estarão devidamente capacitados para atuação em pontos estratégicos no município. Com mais gente nas ruas, ampliando o alcance das vistorias, das orientações, da participação do poder público e de cada cidadão, vamos impedir que o mosquito se prolifere e, consequentemente, evitar que mais pessoas adoeçam", ressalta a coordenadora de Vigilância em Saúde, Daniela Barros.

Para solicitações, denúncias e informações, a população pode utilizar a ferramenta de comunicação via WhatsApp pelo número 99864-4073. A comunicação é feita direto com o Centro de Controle de Zoonoses. 

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário