Macaé News
Cotação
RSS

UFRJ traz exposição em homenagem ao macaense Ezequiel Dias

Publicado em 03/05/2019 Editoria: Cultura sem comentários Comente! Imprimir


A programação de quatro dias inclui a vida e obra de Ezequiel Dias e também apresenta as atividades desenvolvidas pela fundação mineira

A programação de quatro dias inclui a vida e obra de Ezequiel Dias e também apresenta as atividades desenvolvidas pela fundação mineira

A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) campus Macaé, em parceria com a Fundação Ezequiel Dias (Funed), de Minas Gerais, Instituto Vital Brazil (IVB), de Niterói, e a Secretaria Adjunta Municipal de Ensino Superior de Macaé, traz ao município, de terça-feira (7) a sexta (10), exposição em homenagem ao macaense Ezequiel Caetano Dias, contemporâneo e discípulo de Oswaldo Cruz. A exposição é do Programa Ciência em Movimento da fundação mineira e as atividades acontecerão na Cidade Universitária de Macaé, sede da UFRJ, que realiza o evento por meio do curso de Medicina.

A programação de quatro dias inclui a vida e obra de Ezequiel Dias e também apresenta as atividades desenvolvidas pela fundação mineira que leva o nome do macaense ilustre. A exposição será aberta, no primeiro dia, às 8h, no hall do Bloco C, e o público poderá visitar, gratuitamente, até meio-dia da sexta (10). As demais atividades acontecerão no auditório do bloco B, começando, na terça (7), com exibição, às 8h15, do filme “Ezequiel Caetano Dias aos Olhos do seu Neto João Carlos Pinto Dias; seguido de palestra, das 8h30 às 9h, com a professora-doutora Rita de Cássia Marques, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); e, das 9h30 às 10h, homenagem da UFRJ ao macaense através do professor-doutor Paulo de Assis Melo.

No segundo dia, quarta-feira (8), das 10h às 11h30, Giselle Agostine Cotta, da Funed, que tem sede em Belo Horizonte, capital mineira, falará sobre “Conhecendo as Serpentes”; e, à tarde, das 14h30 às 16h, Cláudio Maurício Vieira de Souza, do IVB, abordará o tema “Aracnídeos de Importância Médica”.

Na quinta (9), terceiro dia do evento, terá palestra, das 9h às 10h, sobre “Dengue e Leishmaniose”, com Myrian Duarte Marato, da Funed. O evento termina, na sexta (10), com visitas à exposição de pessoas da comunidade em geral e também escolas que queiram participar. A Cidade Universitária está localizada à Rua Aloísio da Silva Gomes, 50, bairro Granja dos Cavaleiros, em frente ao Shopping Plaza Macaé.

Ezequiel Dias – Considerado um “mestre da ciência”, Ezequiel Dias nasceu em Macaé, no dia 11 de maio de 1880, e, ainda muito jovem, ingressou no então Instituto Manguinhos (hoje Fiocruz, no Rio de Janeiro), como acadêmico de Medicina, tornando-se auxiliar de Oswaldo Cruz no preparo da vacina antipestosa, contra a peste bubônica. Em 1905 ele foi encaminhado ao Maranhão onde desenvolveu estudos com resultados surpreendentes sobre serviços de higiene pública tendo de regressar ao Rio de Janeiro para tratar da tuberculose que se agravava.

Por recomendação médica, mudou-se para Belo Horizonte, com clima seco e montanhoso ideal para o tratamento da doença. Nessa época, Oswaldo Cruz era diretor da Saúde Pública e, Ezequiel, após melhorar seu estado de saúde, foi nomeado diretor da primeira filial do Instituto Manguinhos do Rio de Janeiro, em Belo Horizonte, inaugurada em 1907. A doença o matou em 21 de outubro de 1922. Como homenagem, o então ministro da Justiça, João Luiz Alves, deu o nome de Ezequiel Dias à filial de Manguinhos que passou a ser conhecida como o Instituto Ezequiel Dias.

› FONTE: Ascom


sem comentários

Deixe o seu comentário