Macaé News
Cotação
RSS

CEDAE realiza pacote de Obras em Macaé

Publicado em 20/04/2019 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


Companhia recupera capacidade de produção e investe em melhorias na distribuição

Com um pacote de obras, que inclui a instalação de um novo painel de controle e de novas bombas de captação, a CEDAE recuperou nos últimos meses a capacidade de produção da Estação de Tratamento de Água de Santana, em Macaé.  A próxima etapa será a conclusão do tanque de contenção do ácido fluorsilícico, iniciando a fluoretação da água, antiga reivindicação dos moradores. Esta semana, o presidente da CEDAE, Hélio Cabral, visitou todas as unidades da companhia no município e apresentou o plano de investimentos para vereadores e para o prefeito, Aluizio Júnior.

Além da segurança operacional, as ações da companhia também visam a garantir a distribuição regular em todas as regiões do município. Com o assentamento do Barrilete Miramar, que é a interligação de todos os troncos distribuidores existentes ao reservatório Santa Mônica, a companhia vai reformular a distribuição, com otimização dos boosters para utilização plena do Reservatório Santa Mônica.

A obra tem como objetivo melhorar a pressão da água, garantindo a regularidade no atendimento em regiões como o Alto da Glória, Granja Cavaleiros, Alto da Riviera, Barreto, Parque Aeroporto e Lagomar, beneficiando milhares de pessoas.

Além dos investimentos atualmente em curso, e cumprindo seu compromisso com a população de Macaé, a CEDAE já havia aplicado, nos últimos anos, mais de 100 milhões de reais no sistema de abastecimento do município. A aplicação desses recursos permitiram o aumento da capacidade de tratamento de água da cidade, passando de 350 l/s para os atuais 750 l/s. São ofertados à população, por dia, 64 milhões e 800 oitocentos mil litros de água.

COMPROMISSO CEDAE COM  A POPULAÇÃO DE MACAÉ

A CEDAE manifesta sua preocupação com o interesse da administração municipal de Macaé em operar o sistema de abastecimento de água da cidade. O fornecimento de um serviço tão essencial à população exige o empenho de profissionais com larga experiência em áreas operacionais e de controle de qualidade, além do sério comprometimento com a continuidade do trabalho.

É preciso ressaltar os riscos de se confiar a operação de um importante serviço à população a técnicos sem experiência comprovada ou conhecimento dos sistemas existentes. Deficiências nessa operação podem gerar comprometimento de todo o sistema de abastecimento da cidade de Macaé, bem como perda da qualidade da água ofertada.

A Cedae se compromete a investir, pelos próximos dois anos, recursos superiores a dez milhões de reais para reforço da segurança operacional do sistema de abastecimento da cidade, conforme exposto em reuniões de divulgação dos investimentos realizadas com as autoridades municipais de Macaé. Serão realizados também investimentos imediatos de 13 milhões de reais, que vão melhorar a pressão da água em diversos bairros da cidade, além de finalizar as redes de água em bairros já urbanizados, como Lagomar. Esse recurso já está liberado, para agora, pelo Governador e pelo Presidente da empresa.

É importante frisar que, até meados de 2019, a tarifação da Cedae no Estado vai passar por mudanças e será cobrada pelo consumo com taxa mínima.

O serviço hoje oferecido à população de Macaé é possível graças ao empenho, entre outros, de: 

1. Equipe multidisciplinar, com 80 (oitenta) técnicos, que atuam na operação e controle da qualidade da água ofertada a população de Macaé, 24 horas por dia;

2. Serviços diários de análises que garantem a qualidade da água produzida em atendimento à portaria de consolidação nº 5, anexo XX (Portaria 2914/2011 – MS);

3. Coleta diária em mais de 90 (noventa) pontos da cidade de Macaé, que atestam a qualidade da água ofertada à população;

4. Contrato com a empresa Ecosystem Análises Ambientais que realiza análises de controle, com mais de 100 (cem) parâmetros, que atestam a qualidade das águas captadas, e tratadas no sistema de abastecimento de água potável do município.

› FONTE: Ascom CEDAE


sem comentários

Deixe o seu comentário