Macaé News
Cotação
RSS

MDB de Cabral e Picciani negocia entrada no governo Witzel

Publicado em 20/04/2019 Editoria: Política sem comentários Comente! Imprimir


O governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), sinaliza ceder espaço para o MDB, que tenta se reerguer após as prisões de seus caciques na Lava Jato. As negociações fazem parte da nova articulação política adotada para formar base sólida na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Os emedebistas, na verdade, querem o comando do Detran. Mas em jogo também está o DER (Departamento de Estradas de Rodagem). Os dois órgãos, além da Fundação Leão XIII, estão nas mãos do vice-governador Cláudio Castro (PSC). No entanto, essas tratativas passam por José Luis Zamith, secretário da Casa Civil e Governança.

Apesar da aproximação com o MDB, o governo precisará ter muita paciência. Mesmo encalacrado com casos de corrupção até pescoço, o partido tem feito jogo duro para abraçar Witzel na Alerj. A legenda (leia-se deputados estaduais) espera que o governo ofereça a área a ser ocupada. E não ao contrário. Com isso, permanece o impasse. Um deputado federal tentou alertar Witzel. Segundo o parlamentar, seja qual for o lugar a ser ocupado pelo MDB, ele estaria "facilitando as coisas" para os presidiários da legenda.

› FONTE: O Dia


sem comentários

Deixe o seu comentário