Macaé News
Cotação
RSS

Educação lança projeto que reforça direitos da mulher nesta quarta

Publicado em 09/04/2019 Editoria: Educação sem comentários Comente! Imprimir


Será lançado oficialmente nesta quarta-feira (10) o projeto "Maria da Penha vai às escolas", no auditório Cláudio Ulpiano da Cidade Universitária, às 16h, na Rua Aloísio da Silva Gomes, 50, bairro Granja dos Cavaleiros. A proposta é abranger todas as unidades municipais, que atendem turmas de 6º ao 9º anos.

A ação é uma parceria da Secretaria de Educação e do Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam), além do curso de Direito da UFF/Macaé, Patrulha Maria da Penha, Secretaria de Ordem Pública e Juizado Especial Adjunto Criminal/Juizado de Violência Doméstica. Na oportunidade, será realizada a roda de conversa "Violência contra Mulher", que será ministrada pela equipe do Ceam, além de palestra sobre o tema com universitários do curso de Direito do campus UFF-Macaé.

A ocasião contará com exposição de trabalhos produzidos em março, mês da mulher, como dança e mural, feitos pelos alunos do Colégio Municipal Tarcísio Paes de Figueiredo (Bicuda Grande). Serão destacados temas como empoderamento, direitos, Lei Maria da Penha, violência e Centro de Atendimento (ligações 180).

O projeto possibilita que alunos conheçam as ações da Patrulha Maria da Penha, que funciona 24 horas. A patrulha também atua com fiscalização de medidas protetivas, com possível prisão em caso de desacato à medida judicial.

Em março, as ações foram realizadas nas seguintes escolas: Ciep Municipal Leonel de Moura Brizola (Barra), Colégio Municipal Claudio Moacyr de Azevedo (Aeroporto) , Raul Veiga (Glicério), Tarcísio Paes de Figueiredo (Bicuda Grande) e Botafogo. A equipe de Serviço Social da Secretaria de Educação continua acompanhando as unidades.

De acordo com a coordenadora de Educação Social, Viviane Rocha, este primeiro contato com os alunos foi positivo. "Além da reflexão, o projeto permite que os alunos produzam trabalhos, participem de dinâmicas e através desta consciência, façam sugestões, denúncias e solicitação de ajuda às vítimas de violência", ressaltou.

Atendimento à mulher tem equipe multidisciplinar

O Centro Especializado de Atendimento à Mulher tem uma rede de multiplicadores, incluindo profissionais da 123ª Delegacia de Polícia de Macaé, do 32º Batalhão de Polícia Militar, Defensoria Pública, Juizado Criminal, Ministério Público, Secretaria de Saúde e Hospital Público Municipal (HPM).

O Ceam atende de segunda a sexta-feira na Rua São João, 33, Centro, ao lado da 123ª DP. O espaço funciona como um centro de proteção e atendimento à mulher, sempre preservando o sigilo da assistida. O trabalho conta com uma equipe multidisciplinar formada por assistente social, psicólogos e advogados, que realiza acolhimento e direcionamento conforme a demanda.

Dependendo do caso, existem encaminhamentos para unidades de saúde, Delegacia de Polícia, Juizado Criminal, Ministério Público e Defensoria Pública. Quem quiser manter contato com a Lei Maria da Penha também pode ligar para os números 2796-1328 e 99707-2085 (WhatsApp).

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário