Macaé News
Cotação
RSS

Musical sobre Gonzaguinha será apresentado neste fim de semana

Publicado em 03/04/2019 Editoria: Cultura sem comentários Comente! Imprimir


Rio das Ostras recebe neste fim de semana um grande sucesso de público, o espetáculo “Gonzaguinha: O Eterno Aprendiz”, que já percorreu várias cidades do País. Com apresentações no sábado e domingo, dias 6 e 7, às 20 horas, no Teatro Popular, o musical reúne 16 composições de Luiz Gonzaga do Nascimento Júnior, mais conhecido como Gonzaguinha.

No palco, o ator Rogério Silvestre dá vida ao personagem central, interpretando um texto poético que passeia por momentos marcantes da vida do cantor e compositor carioca. A infância no Morro de São Carlos (RJ), os primeiros passos na carreira artística, os embates com a ditadura militar e a relação conflituosa com o pai Luiz Gonzaga, o “rei do Baião”, são lembrados no musical.

Os cantores Bruna Moraes e Paulo Francisco (Tutuca), filho do guitarrista Fredera e sobrinho do pianista Wagner Tiso, que acompanharam Gonzaguinha nos palcos, e os experientes instrumentistas Rafael Toledo (guitarra, violão e voz), Alcione Ziolkowski (bateria), Omar Fontes (teclados), Buga Júnior (sax, flauta e cavaquinho) e Dudu Dias (baixo) completam a equipe do musical.

Entre as canções de Gonzaguinha que serão apresentadas estão “Explode Coração”, “Começaria Tudo Outra Vez”, “Sangrando”, “O Que é o Que é?”, “Eu Apenas Queria Que Você Soubesse”, “Grito de Alerta”, “Espere por Mim, Morena” e “Vamos à Luta”. As composições escolhidas mostram um pouco da diversidade do artista, que passeou pelo xote, samba, baião e música romântica com grande talento.

TRAJETÓRIA – Luiz Gonzaga do Nascimento Júnior, o Gonzaguinha, nasceu em 22 de setembro de 1945, filho da cantora Odaleia Guedes dos Santos e do sanfoneiro Luiz Gonzaga do Nascimento. Ao menos, é o que diz sua certidão de nascimento. As dúvidas sobre a paternidade o acompanham por toda a vida, gerando ainda mais conflitos com Gonzagão.

Com a morte da mãe, quando ainda era bebê, o pai o deixa sob os cuidados de um casal de amigos, Dina e Henrique Xavier Pinheiro, que reside no Morro de São Carlos. Na adolescência, ele vai morar com o pai e a madrasta. Mas é nos últimos anos de vida de Gonzagão que se aproximam, motivados também pela música. Gonzaguinha morreu, em 1991, aos 45 anos, em um acidente de carro.

FICHA TÉCNICA:

Concepção do espetáculo: Kleber Lincoln e Amaury Vieira

Texto: Gildes Bezerra

Diretor Musical: Rafael Toledo

Diretor Teatral: Breno Carvalho.

Produção, assessoria de imprensa e marketing: João Luiz Azevedo

Realização: Boca Fechada Produções Artísticas e Rogério Silvestre Produções

SERVIÇO:

“Gonzaguinha – O Eterno Aprendiz”

Data: sábado e domingo, dias 6 e 7

Horário: 20h

Local: Teatro Popular de Rio das Ostras

Avenida Amazonas, s/nº – Centro

Ingressos: R$ 60,00 e R$ 30,00 (Meia Entrada)

Duração: 80 Minutos

Classificação indicativa: 12 Anos

Pontos de venda: Teatro Popular de Rio das Ostras (de terça a domingo, a partir das 14h) e banca de Jornal da Praça (Centro)

› FONTE: Ascom RDO


sem comentários

Deixe o seu comentário