Macaé News
Cotação
RSS

Prefeitura de Macaé abre edital para Moradia Estudantil Temporária 2019

Publicado em 19/03/2019 Editoria: Educação sem comentários Comente! Imprimir


As inscrições serão feitas de 1º a 17 de abril

As inscrições serão feitas de 1º a 17 de abril

A Secretaria Adjunta de Ensino Superior (Semaes) abriu o edital nº 04/2019 de seleção de vagas para Moradia Estudantil Temporária 2019, destinadas a estudantes regularmente matriculados nos cursos de graduação das Instituições de Ensino Superior (IES) públicas e presenciais fixadas no município de Macaé. As inscrições serão feitas de 1º a 17 de abril, de 8h ao meio-dia, na Secretaria Acadêmica da Semaes, terceiro andar, no prédio administrativo da Cidade Universitária, à Rua Aloísio da Silva Gomes, 50, bairro Granja dos Cavaleiros.

As inscrições serão via carta de interesse feita pelos diretores das IES. Os universitários selecionados vão morar, gratuitamente, na Casa do Estudante, que funciona no antigo Hotel Colonial, na Praia de Imbetiba. O espaço tem porteiro 24 horas e foi inaugurado pelo prefeito Dr. Aluizio, em outubro do ano passado.

O resultado será divulgado no dia 25 de abril. Os alunos que forem selecionados e os diretores das respectivas IES contempladas deverão se apresentar na Secretaria Acadêmica para assinatura do Termo de Compromisso do Discente, bem como o Termo de Ciência e cumprimento irrestrito do Regimento Interno e demais documentos necessários à concessão de vaga, nos dias 25 e 26 de abril, das 8h às 12h, munidos dos documentos que constam no edital.

O projeto começou no segundo semestre do ano passado desenvolvido pela Secretaria de Ensino Superior, através da Superintendência Acadêmica, tendo como parceiros a Faculdade Miguel Ângelo da Silva Santos (FeMASS), Universidade Federal Fluminense (UFF), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Instituto Federal Fluminense (IFF).

O objetivo é oferecer condições de moradia aos estudantes universitários em comprovada situação de vulnerabilidade socioeconômica, maiores de idade, oriundos de cidades distantes de Macaé, bem como contribuir para a permanência dos estudantes nas Universidades, promovendo um ambiente de convivência e estudo.

“Este projeto já se mostra de grande sucesso”

De Guapimirim, no Estado do Rio de Janeiro, Larissa de Oliveira Silva, 27 anos, foi uma das primeiras contempladas no projeto, junto com mais 47 alunos, e conta que, graças à Moradia Estudantil, conseguiu concluir com tranquilidade o curso de Ciências Contábeis, na UFF, no fim de 2018. “Este projeto já se mostra de grande sucesso. A Moradia Estudantil foi uma agradável surpresa e de grande valia para mim ao final do meu curso. Quando me inscrevi estava desempregada e com dificuldade para me manter em Macaé e a moradia foi muito importante para a conclusão do curso. Tive a tranquilidade de focar nas disciplinas e em meu trabalho de fim de curso sem precisar me preocupar com dinheiro do aluguel”.

Larissa acrescentou a sua experiência:

"A experiência de residir na Casa do Estudante foi muito agregadora. Aprende-se a dividir o espaço, conviver com pessoas diferentes e nos faz crescer. Aprendemos que podemos ajudar e ser ajudados por colegas que estão em situação semelhante a nossa. Logo, temos uma grande lição de cooperação mútua. A comunicação dos alunos e gestores da moradia também é muito bem feita, já que nossas demandas são sempre levadas em consideração e discutidas de forma que possam ajudar os alunos no bem-estar. Que os estudantes que dele participam se tornem excelentes profissionais", concluiu.   

 

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário