Macaé News
Cotação
RSS

Após filiação de filho de Garotinho, Indio da Costa renuncia presidência do PSD no Rio

Publicado em 13/03/2019 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


O ex-deputado federal Indio da Costa anunciou na manhã desta quarta-feira que deixará a presidência do PSD, no Rio. Candidato derrotado para prefeito, em 2016, e para governador, em 2018, Indio brigava com o deputado federal Hugo Legal pelo comando do partido desde o fim das últimas eleições.

As principais decisões do partido no Rio, fundado por Gilberto Kassab, investigado na Operação Lava Jato, estavam sendo negociadas por Hugo Legal, que foi candidato a vice-prefeito na chapa de Indio. Uma delas foi filiar na legenda o deputado federal Wladimir Garotinho, filho dos ex-governadores Anthony Garotinho e Rosinha Matheus.

"Renunciei e me desfiliei do partido porque não compactuo com a filiação do deputado federal, filho do ex-governador Garotinho, no PSD", escreveu Indio, que também publicou a carta de desfiliação.

Em 2016 e 2018, no entanto, Indio buscou apoio da família Garotinho. Mas não houve acordo. 

Para entrar no PSD, Wladimir negociou com Hugo Legal, com o governador Wilson Witzel (PSC) e com o presidente nacional do PSC, Pastor Everaldo, como revelou o deputado em entrevista à Coluna na última segunda-feira. Inicialmente, Wladimir iria para o PSC, mas desistiu. Ele pretende ser candidato a prefeito de Campos, em 2020. 

› FONTE: O Dia


sem comentários

Deixe o seu comentário