Macaé News
Cotação
RSS

Passagens de ônibus intermunicipais ficam mais baratas

Publicado em 10/02/2019 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


As passagens de ônibus e vans intermunicipais sofrerão reajuste a partir de segunda-feira. Segundo a portaria do Departamento de Transportes Rodoviários (Detro), publicada ontem no Diário Oficial do Estado, os ônibus que operam dentro da região metropolitana terão redução de cerca de 3,19% no valor, enquanto as tarifas ficarão mais caras em 263 linhas.

Já a redução nas linhas convencionais do interior será em torno de 1,08%.Das 1.187 linhas intermunicipais, 924 terão as tarifas reduzidas. Isso porque, dos índices que deveriam ser aplicados, de acordo com a planilha do Ministério dos Transportes, foram abatidos R$ 35,7 milhões referentes a gratuidades que o Estado repassou às empresas em 2017, e também da devolução de "R$ 0,28, valor corrigido dos R$ 0,27 cobrados dos usuários das linhas intermunicipais ao longo de 2017", explicou o Detro.No caso dos ônibus rodoviários das linhas não metropolitanas, o reajuste foi de 2,44%. O departamento reforçou que o cálculo para as vans é baseado em um decreto que prevê valores "10% superiores aos do serviço convencional de transporte coletivo".

A linha 570P (Marechal Hermes - Itaguaí), por exemplo, ficará R$ 0,20 mais barata, de R$ 4 para R$ 3,80. Já o trajeto Niterói - Paraty encarecerá R$ 2,20 na segunda-feira, de R$ 75,50 para R$ 77,70. A linha 561L (Duque de Caxias - Freguesia) terá redução de R$ 0,15, de R$ 6,95 para R$ 6,80.Fetranspor criticaA Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor) divulgou uma nota afirmando surpresa com o percentual aplicado, pois esse "não cobre todos os custos assumidos pelas operadoras no ano anterior".De acordo com a federação, todos os itens do setor apresentaram aumentos no último ano, como óleo diesel (13,68%) e pneus (10,43%). Além disso, houve redução de 7,19% pagantes, disse a Fetranspor, que acrescentou que aguarda o processo para analisar ações a serem tomadas.

› FONTE: O Dia


sem comentários

Deixe o seu comentário