Macaé News
Cotação
RSS

Coordenadoria de Vigilância Sanitária atua com ações preventivas

Publicado em 18/01/2019 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


A Vigilância Sanitária de Macaé é referência no Estado, sendo a única apta a realizar inspeções e licenciamentos em todos os tipos de estabelecimentos

A Vigilância Sanitária de Macaé é referência no Estado, sendo a única apta a realizar inspeções e licenciamentos em todos os tipos de estabelecimentos

A Coordenadoria Especial de Vigilância Sanitária (Covisa), ligada à Secretaria de Saúde, realiza um trabalho constante de Educação Sanitária. O objetivo é prevenir danos, diminuir riscos, contribuindo para a saúde da população em diferentes aspectos. Em 2018, 19.645 inspeções, que é uma das principais atribuições do órgão foram realizadas. Além disso, foram emitidas 1229 licenças; 23 interdições; 549, análises de água; 21.895, remédios coletados e 1.100 pessoas foram capacitadas.

O coordenador da Covisa, Bruno Paes, destaca o trabalho de orientação e formação que o setor oferece. "São realizados anualmente diversos tipos de capacitações, como o de "Boas Práticas em Manipulação de Alimentos"; "Boas Práticas em Hotéis e Pousadas"; "Boas Práticas em Salão de Beleza"; "Biossegurança em Odontologia"; "Ações de Saneamento Básico em Domicílios"; "Operador de Veículos Transportadores de Água Potável- Caminhão Pipa", entre outros", explicou.

Ele acrescentou ainda que foram capacitadas em média 1.100 pessoas ao longo de 2018. Todas receberam certificado ao término do curso e passaram a exercer suas atividades de acordo com a legislação sanitária, evitando segundo Bruno Paes, danos à saúde da população. "Firmamos uma parceria com a Fiscalização de Posturas, em que os ambulantes também passam pela capacitação para manipulação de alimentos", ressaltou.

Já com o foco na responsabilidade socioambiental, a Vigilância Sanitária realizou, em parceria com a Secretaria Adjunta de Serviços Públicos, o Programa de Descarte Consciente de Medicamentos. "O objetivo desse projeto é mobilizar a população e farmácias para encaminhar medicamentos vencidos que, se descartados incorretamente, causam um grande dano ao meio ambiente e para saúde de todos", informou.

A Vigilância Sanitária de Macaé é referência no Estado, sendo a única apta a realizar inspeções e licenciamentos em todos os tipos de estabelecimentos de baixa, média e alta complexidade.

Qualquer dúvida, sugestão, reclamação ou denúncia, a população pode realizar através do telefone (22)2762-0935, e-mail visa@macae.rj.gov.br, ou na própria sede da Covisa, que fica localizada na Rua José de Aguiar Franco, 2150, Costa do Sol.

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário