Macaé News
Cotação
RSS

Semana Santa: Amvisa alerta sobre qualidade do pescado em Macaé

Publicado em 15/04/2014 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


Ana Chaffin

Ana Chaffin

O feriado da Semana Santa já está próximo e para o consumidor não realizar uma compra ruim, a Agência Municipal de Vigilância Sanitária (Amvisa) separou algumas orientações importantes para serem seguidas, pelo fato do peixe ser um alimento altamente perecível. Caso o alimento não obedeça a padrões de higiene, pode causar doenças, principalmente uma séria infecção alimentar.

O consumidor deve dar preferência ao pescado fresco e quando solicitado, o vendedor deverá limpar o produto na presença do consumidor. O peixe em postas deverá ser exposto à venda em balcão refrigerado. O produto não deverá ficar exposto sobre folhas (verduras) para decoração, pois há risco de contaminação dos alimentos.

O peixe fresco deve ser mantido sob refrigeração ou sobre uma espessa camada de gelo para retardar a sua deterioração. Os balcões expositores sem unidade de frio deverão ser abastecidos com gelo de água potável, em quantidade suficiente para manter a temperatura do pescado em torno de 0ºC a +2°C. Recomenda-se a proporção de 2 kg de gelo para 1 kg de pescado.

O consumidor deverá ficar atento ao acúmulo de água ou gelo, indicando que o balcão foi desligado ou teve sua temperatura diminuída.

 Características sensoriais que atestam a qualidade do pescado

- O peixe fresco de qualidade possui escamas firmes, resistentes, translúcidas e brilhantes

- Os olhos devem estar ocupando totalmente as órbitas

- A membrana que reveste a guelra deve ser rígida e estar com os vasos de sangue cheios

- A pele deve estar úmida e sua musculatura bem firme

- O cheiro do peixe é parecido com a maresia da praia

- Consuma dentro do prazo de 24 horas após a compra

Logo após comprar o pescado no comércio, transporte-o de forma rápida e o acondicione sob refrigeração até o momento do preparo para consumo.

 
Congelados

Caso o consumidor opte pelo peixe congelado, o produto só pode ser comercializado embalado sem bandejas ou sacolas e devidamente rotulados, a pessoa deverá observar se o peixe está armazenado na temperatura e nas condições escritas na etiqueta obrigatória do produto. No mínimo a -18ºC.

A embalagem com muita água significa que a temperatura subiu e o produto descongelou, nesse caso, o consumidor não deverá comprar o produto.

Já a venda a granel impossibilita o acesso das informações obrigatórias de rotulagem.

Na bandeja ou sacola, o consumidor deve observar a temperatura de conservação informada pelo fabricante e comparar com a do balcão.

No rótulo dos peixes embalados é preciso constar o nome do produto, nome e endereço do fabricante, lista de ingredientes, conteúdo líquido, identificação da origem, lote e data de validade e o selo de inspeção municipal, estadual ou do Serviço de Inspeção Federal (SIF) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

 Alimentos refrigerados e congelados devem ser adquiridos no final das compras para que fique o menor tempo possível em temperatura ambiente.


Bacalhau e Pescado Salgado


Na compra do bacalhau, a indicação é que seja armazenado em local seco, arejado (desde que esteja protegido da poeira e do acesso de pragas) e limpo. O consumidor deverá ficar atento, ao bacalhau com manchas, vermelhidão e amolecimento, pois são sinais de que este alimento está impróprio para o consumo.

O bacalhau deve ser exposto à venda inteiro (a granel ou embalado) e cortado em postas ou desfiados (somente embalado e rotulado). No entanto, a pessoa terá que ficar atenta ao adquirir o produto desfiado, pois este pode ser obtido por reaproveitamento de pontas ou peças deterioradas.

Crustáceos

Para o consumo de crustáceos a orientação é que tenham:

- Aspecto brilhante e úmido

- Corpo em curvatura natural

- Pernas e patas firmes e resistentes

- Cheiro próprio e coloração suave

Camarões devem ser comercializados com cabeça

Cada espécie tem uma cor específica. O corpo do camarão precisa estar necessariamente, curvado. Não compre se perceber que há manchas vermelhas na cabeça ou pretas pelo resto do corpo.


Moluscos

 Para os moluscos, a recomendação é que sejam consumidos cozidos, já que têm a característica de reter microorganismos e impurezas no seu interior.

- Mexilhões e ostras

- Os bivalves (ostras e mariscos) devem apresentar a concha fechada e retenção de água limpa em seu interior

- Prefira os cultivados em cativeiro

- Depois da cocção, consuma apenas as conchas que se abrirem. As que não abrirem devem ser descartadas

Lula e polvo


Apesar da pele rosada desses dois, a carne precisa estar bem branquinha.
Só compre se estiverem conservados em gelo.


Higiene no local de venda


O local de venda também deve ser observado pelo consumidor; este deve estar limpo, organizado e livre de pragas e seus funcionários devidamente uniformizados. No caso de peixes salgados, o ambiente deve ser seco e frio.

 Cuidados no preparo

- Na hora do preparo, é preciso ter muito cuidado com a higiene

- As mãos devem estar lavadas com água e sabão e as unhas curtas e limpas

- Procure evitar o contato entre alimentos crus e cozidos

Os utensílios utilizados no preparo de alimentos crus devem ser lavados antes de serem utilizados no preparo de alimentos cozidos. É comum que as pessoas utilizem uma mesma tábua para cortar alimentos durante todo o processo de preparo da refeição, mas é preciso cuidar para não contaminar ingredientes que serão consumidos crus com os que estão sendo cozidos.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário