Macaé News
Cotação
RSS

Espetáculo de dança emociona público de três mil pessoas

Publicado em 03/12/2018 Editoria: Cultura sem comentários Comente! Imprimir


O espetáculo proporcionou ao público ver, ouvir, sentir o cheiro de chocolate e saborear pirulitos distribuídos pela escola numa festa de sentidos à flor da pele

O espetáculo proporcionou ao público ver, ouvir, sentir o cheiro de chocolate e saborear pirulitos distribuídos pela escola numa festa de sentidos à flor da pele

A Fantástica Fábrica de Chocolate, espetáculo da Escola Municipal de Dança apresentado neste fim de semana (1 e 2/12), levou ao Teatro Municipal de Macaé público estimado em três mil espectadores, entre pais de alunos e convidados. Alegria e gratidão são as palavras que melhor definem o sentimento da plateia que aguardou o momento especial de aplaudir suas crianças e adolescentes. Foram oito apresentações nesses dois dias de um incansável trabalho e dedicação das equipes, que deram o melhor de si em todas as atribuições por um resultado impecável. O espetáculo proporcionou ao público ver, ouvir, sentir o cheiro de chocolate e saborear pirulitos distribuídos pela escola numa festa de sentidos à flor da pele.

Ao todo se apresentaram em A Fantástica Fábrica de Chocolate 590 crianças e adolescentes das turmas de balé clássico, contemporâneo, jazz e danças urbanas. O espetáculo contou também com a participação de dois ex-alunos da E.M.Dança, Raphael Brahian e Evelyn Klein, bailarinos que seguem estudando no Rio de Janeiro em busca de maiores passos para a formação profissional.

Neiva Inácio Alves, avó de Ana Carolina, 9 anos, aluna de balé desde os três anos, comentou: “Foi um espetáculo maravilhoso, muito emocionante e só temos a agradecer pela atenção e envolvimento de toda a equipe da escola, desde o pessoal da portaria à direção”. Se referindo ao ensino gratuito da dança no município, Neiva Alves foi enfática, ao afirmar que sem a E.M.Dança a sua neta teria que ficar em casa, sem essa atividade tão importante, já que nem ela nem a mãe da menina poderiam arcar com os custos de uma escola particular. “É uma escola espetacular, e muitos precisam dela para que seus filhos tenham uma atividade extra de socializar e melhorar a disciplina”, acentuou, representando muitos pais com semelhante opinião.

"Mais importante do que a busca da técnica perfeita, enquanto representantes da Secretaria de Cultura queremos continuar contribuindo de forma positiva na vida dessas crianças e adolescentes, proporcionando a elas ganhos em disciplina, respeito ao próximo, convivência social, troca de afeto e, acima de tudo, com a garantia do acesso à arte", destacou o secretário municipal de Cultura, Thales Coutinho.

Vibrando a cada apresentação, a diretora da E.M.Dança, Cláudia Tenório, envolvida pela emoção e apostando em tudo dar certo até o último fechar das cortinas, resumiu em poucas palavras: “Estou muito feliz pela entrega de um espetáculo feito com imenso amor para os alunos, é uma coroação gratificante do trabalho de um ano inteiro com eles”, concluiu. 

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário