Macaé News
Cotação
RSS

Força tarefa mobiliza secretarias para reordenar Macaé

Publicado em 11/11/2018 Editoria: Cotidiano sem comentários Comente! Imprimir


A média histórica no mês de novembro no município é de 140mm e em 24horas, foram registrados 120 mm de chuva na cidade, e 240 mm na região serrana

A média histórica no mês de novembro no município é de 140mm e em 24horas, foram registrados 120 mm de chuva na cidade, e 240 mm na região serrana

Após três dias de chuvas que causaram danos em quase todo o município, a Prefeitura de Macaé prossegue com a operação de limpeza e monitoramento geral. Neste sábado (10), equipes de diversas secretarias municipais estão nas ruas, sendo que muitos bairros atingidos já retornaram a rotina normal.

A operação faz parte das medidas instituídas no decreto de Situação de Emergência, assinado pelo prefeito Dr. Aluizio, na última quinta-feira (08), em razão das consequências das fortes chuvas que começaram na tarde de quarta-feira (07), na região serrana de Macaé. A média histórica no mês de novembro no município é de 140mm e em 24horas, foram registrados 120 mm de chuva na cidade, e 240 mm na região serrana.

O documento n° 153/2018, de 8 de novembro de 2018, considera a necessidade imperativa em adotar medidas de emergência para solução dos problemas causados pelas chuvas recentes amenizando os transtornos que afetam a população. A Situação de Emergência vai se estender enquanto os impactos da chuva permanecerem.

O município registrou 119 desalojados e 43 desabrigados que estão recebendo toda assistência da prefeitura. As famílias desabrigadas estão sendo encaminhadas para o bairro Visconde de Araújo, onde foi montado o abrigo de emergência. O local conta com 22 quartos, sendo 10 para famílias menores como casais sem filhos e solteiros; 10 maiores para casais com dois/três filhos e dois quartos especiais, no térreo, com maior acessibilidade, e que comportam 11 pessoas. Os quartos possuem banheiro.

Agentes da Secretaria de Mobilidade Urbana e da Defesa Civil estão fazendo o monitoramento das áreas mais sensíveis, com risco de alagamentos como Virgem Santa, Complexo da Ajuda, Imburo, Piracema, Malvinas, Ilha Leocádia e Nova Holanda. Além de algumas vias cortadas por canais que, por conta da ação das chuvas, estão com buracos que serão recuperados, assim que possível. A previsão de chuva para este sábado é de 18mm.

O trabalho de limpeza foi reiniciado logo pela manhã deste sábado em diversos locais, como Barra de Macaé, lagoa de Imboassica, nas Linhas Azul e Verde e nos bairros atingidos pelas águas das chuvas. As ações contam ainda, com patrulhamento e supervisão no trânsito. 

Também foi realizada, pela Secretaria Adjunta de Pesca em parceria com a Associação de Pescadores e a Colônia Z3 a desobstrução do canal para passagem de barcos sob a ponte de pedestres que liga o Centro à Barra de Macaé.

Serra - Com o dano causado pela chuva na ponte de acesso a localidade de Trapiche, na região serrana, equipes das Secretarias de Mobilidade e Adjunta de Defesa Civil iniciaram o trabalho de translado de passageiros em van com destino a localidade do Óleo e arredores e vice e versa. O transporte irá funcionar diariamente até às 18h e é gratuito.

Já os moradores da Bicuda Pequena e adjacências estão sendo abastecidos com água potável. A medida foi adotada pois as nascentes da região foram afetadas e a água que seguiam para as residências estão barrentas e com material orgânico.

Ainda na região serrana, os profissionais da Secretaria Adjunto de Interior estão atuando sistematicamente na Estrada da Turma, que absorveu todo fluxo de veículos que seguiam para as localidades do Trapiche, Óleo e outras. O trabalho segue também, nas localidades do Óleo, Bicuda e na estrada que liga o Frade ao Sana com remoção de barro e vegetação nas vias de acesso.

Em caso de necessidade, a população pode entrar em contato com a Defesa Civil pelo 199. Na região serrana o contato pode ser feito pelo telefone do Destacamento da Defesa Civil em Glicério, 2793-3846.

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário