Macaé News
Cotação
RSS

Falta de manutenção e chuva comprometem atendimento nas UBSs/ESF

Publicado em 18/10/2018 Editoria: Cotidiano sem comentários Comente! Imprimir


Infiltrações, alagamentos, falta de gerador e ar condicionado são problemas comuns enfrentados por servidores e cidadãos que buscam atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da Estratégia Saúde da Família (ESF). Essa foi a constatação da Comissão Permanente de Saúde da Câmara Municipal de Macaé após visita realizada, nesta terça-feira (16), às unidades da Ajuda de Cima (B), Ajuda de Baixo (B) e Planalto da Ajuda.

De acordo com o relator da Comissão, o vereador Márcio Bittencourt (MDB), a falta de gerador nas unidades ESF compromete a vacinação e causa prejuízos incalculáveis ao município. “Apenas a Casa da Vacina possui gerador, mas esse não é automático. Quando ocorre uma queda de energia à noite, alguém precisa ligá-lo manualmente para que os materiais que necessitam de refrigeração não sejam perdidos”, esclareceu.

E não são apenas as quedas de energia que se tornam recorrentes no período de chuvas. Pacientes relataram goteiras e alagamentos parciais nas unidades. Em algumas delas também é possível ver as marcas das infiltrações e o mofo nas salas.

De acordo com o titular da Comissão, Cristiano de Almeida Silveira (PTC), o Cristiano Gelinho, o calor intenso e a falta de ar condicionado nas unidades agravam a situação. “A condição de trabalho nesses espaços é precária”, disse.

A vereadora Renata Paes (PSC) também participou da fiscalização nas UBSs/ESF. Até o momento, 13 unidades já foram visitadas. O trabalho continuará nos próximos meses. Ao final, a comissão entregará um relatório detalhado ao Executivo para que sejam tomadas as providências necessárias.

Vereadores constatam outros problemas

Na ESF da Ajuda de Cima, os parlamentares verificaram que há vazamento na pia da sala de curativos, a descarga do banheiro está danificada e não há atendimento de saúde bucal. Na ESF da Ajuda de Baixo, o dentista não possui auxiliar e faltam equipamentos de proteção individual (EPI).

Segundo relato dos servidores, também falta material de limpeza na unidade. “Outro problema apontado é o constante alagamento da porta dos fundos. Quando chove, a parte de trás enche, pois não possui escoamento”, acrescentou Márcio.

Durante a visita na ESF do Planalto da Ajuda, foi verificado que a sala de curativos não funciona, nem a geladeira. Não há cadeiras suficientes para os pacientes nem balança adulto e infantil. Também não há atendimento em saúde bucal.

Os vereadores ainda presenciaram um vazamento de esgoto nas proximidades do imóvel, que se mistura com água de chuva e invade as instalações nos períodos de cheia. O espaço também é bastante apertado e há apenas um aparelho de pressão arterial funcionando.

Vacinação retomada

A Casa da Vacina voltou a vacinar a população. A informação foi dada pelo vereador Márcio, que esteve na unidade esta manhã. Na semana anterior, noticiamos a interrupção no site do Legislativo, contudo o serviço já foi normalizado.

› FONTE: ASCOM CMM


sem comentários

Deixe o seu comentário