Macaé News
Cotação
RSS

Rio das Ostras entra em clima de festa para comemorar seus 22 anos de emancipação

Publicado em 11/04/2014 Editoria: Cultura sem comentários Comente! Imprimir


Desfile cívico aconteceu nesta quinta-feira, dia 10, e atraiu cerca de 20 mil pessoas

Desfile cívico aconteceu nesta quinta-feira, dia 10, e atraiu cerca de 20 mil pessoas

A jovem Rio das Os­tras completa mais um ano de sua in­dependência políti­ca em clima de celebração e confraternização, oferecendo uma grande quantidade de eventos, direcionados aos mais diversos públicos, com a finalidade de envolver o maior número de pessoas possível. Na programação que começou no dia cinco e vai até o dia 14 de abril, não vai faltar animação na cidade.

Abrindo as comemora­ções no dia cinco, o passeio ciclístico “Conhecendo e Re­conhecendo Rio das Ostras” reuniu centenas de ciclistas para um passeio por diver­sas localidades da cidade, com saída na Lagoa do Iriry e com paradas programadas para a explanação de infor­mações históricas, ambien­tais e turísticas. Promovido pela Secretaria de Educação, o objetivo da atividade foi conscientizar a população sobre o uso de bicicletas na mobilidade urbana, a im­portância de atividades físi­cas, preservação ambiental e promover um contato mais profundo das pessoas com a cidade, seus valores históri­cos e a suas belezas naturais.

No domingo, dia seis, foi realizada uma edição especial do projeto Caminhada na Na­tureza-Circuito Histórico-Cul­tural foi realizada, com con­centração na Praça José Perei­ra Câmara, no centro da cida­de. Organizada todos os anos pela Secretaria de Turismo,a caminhada conta com posto de controle de apoio e possui caráter contemplativo. Du­rante o circuito, os caminhan­tes puderam conhecer um pouco a histórica de alguns dos prédios e pontos históri­cos da cidade, como o Poço de Pedras, a Figueira Centená­ria, dentre outros.

Seguindo a programação cultural, no dia oito, a Casa de Cultura Bento Costa Ju­nior recebeu uma exposição em homenagem ao compo­sitor baiano, Dorival Caym­mi, que durante muitos anos teve uma casa de veraneio na cidade, e se inspirou nas be­lezas naturais de suas praias para compor canções e pin­tar. A exposição, que ficará aberta a visitações até junho, conta com centenas de fotos e matérias que registram o período do compositor em Rio das Ostras, bem como mais de cinquenta telas pin­tadas por ele na década de 80, no município.

Também em comemora­ção ao aniversário da cidade, foi inaugurada no dia nove, uma nova sede da Casa da Criança no Âncora, conside­rado o bairro mais populoso do município, com o intuito de ampliar o número de as­sistidos do programa social, podendo essa unidade rece­ber até 80 novas crianças ma­triculadas. A Casa da Criança, que é um projeto da Secre­taria de Bem-Estar Social, conta agora com quatro sedes que proporcionam atividades sociais em tempo integral ou parcial,com crianças na faixa etária de 1 a 5 anos. A cida­de de Rio das Ostras recebe também uma nova unidade de Centro de Referência Es­pecializado de Assistência Social e Conselho Tutelar no Município, o CRAS Norte, também no bairro Âncora.

Na Câmara Municipal, foi realizada no dia nove, uma sessão solene comemorativa, contando com a presença de vereadores e outras autorida­des, incluindo o prefeito e o vice-prefeito, onde 13 mora­dores foram homenageados com o Título de Cidadão Rios­trense Por Mérito Municipal.

No desfile cívico realizado no dia 10, data comemorati­va da emancipação político­-administrativa de Rio das Os­tras, novamente a passagem do compositor Dorival Caym­mi foi celebrada. Estudantes da rede municipal e integran­tes de projetos da secretaria de Bem Estar Social, Saúde, Esporte e da Fundação de Cultura, participaram da so­lenidade, que foi dividida em alas com sub-temas que reme­tem a carreira do compositor: Bahia, O Ita, A Era do Rádio, Copacabana, Rio das Ostras, O carnaval, O amor, Minas Gerais e A Família. O desfile contou com a participação das bandas José Bicudo Jardim, Corporação Musical de Rio das Ostras, ale das bandas das escolas municipais Inayá Mo­raes D’Couto, Maria da Pe­nha de Oliveira e  Professora América Abdalla.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário