Macaé News
Cotação
RSS

Atividades direcionadas buscam uma nova identidade turística para Macaé

Publicado em 11/10/2018 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


Dando continuidade as ações do tópico de turismo do Repensar Macaé, está acontecendo de 8 a 11 de outubro na Princesinha do Atlântico, ações que visam redescobrir a identidade de Macaé. A ação é uma realização do SEBRAE, em parceria com o Macaé Convention & Visitors Bureau e Secretaria de Turismo.

As atividades que são coordenadas por uma empresa especializada em marcas, Criamia, vão desde apontar os pontos turísticos até entrevistas aleatórias com moradores e visitantes, buscando uma ampla visão sobre o município. Os participantes da ação são cidadãos macaenses, que fazem parte do Repensar Macaé e convidados de diferentes áreas.

Ao final destes quatro dias, será feita uma análise dos pontos apresentados, e como resultado desenvolver uma nova marca para Macaé.

De acordo com Guilherme Braga de Abreu, presidente do Macaé Convention & Visitors Bureau esta ação irá servir de base também, para conscientizar a população e o governo municipal, de que o turismo de lazer em Macaé pode movimentar uma parte da economia da cidade.

“Temos serra, mar e muitos prédios históricos, precisamos melhorar a infraestrutura e o acesso a estes lugares. Cidade boa para o turista é excelente para o morador”, disse Guilherme.

Ele diz ainda que Macaé já teve diversos momentos de auge, e hoje, vive mais um momento importante para o seu redescobrimento. “Estamos todos unidos em prol de uma economia diversificada para cidade, não queremos mais ser refém do mercado de petróleo e gás. Temos potencial e vamos buscar essa diversidade”, afirma.

O Repensar Macaé foi lançado no final de março deste ano e é organizado pela união das instituições: Associação Comercial e Industrial de Macaé (ACIM), Conselho Municipal da FIRJAN, Macaé Convention & Visitors Bureau, RedePetro-BC, International  Association of Driling Contractors (IADC), SEBRAE, Associação Macaense de Contabilistas (AMACON) e Society of Petroleum Engineers (SPE).

› FONTE: ASCOM


sem comentários

Deixe o seu comentário