Macaé News
Cotação
RSS

Leilão aeroporto: potencialidades de Macaé apresentadas para empresa

Publicado em 04/10/2018 Editoria: Economia sem comentários Comente! Imprimir


Reunião aconteceu na Associação Comercial e Industrial

Reunião aconteceu na Associação Comercial e Industrial

Com previsão para ainda este ano, o leilão do bloco Sudeste, que inclui os aeroportos de Macaé/RJ e Vitória/ES, desperta o interesse da Zurich Airport, gestora dos aeroportos de Florianópolis/SC e Cofins/MG. O consultor da Prefeitura de Macaé, Hélio Batista, participou de reunião com representantes da empresa, da Associação Comercial e Industrial de Macaé (Acim) e Firjan, além de empresários da cidade.

Segundo Hélio, o processo de licitação do aeroporto de Macaé está em análise no Tribunal de Contas da União (TCU) e a expectativa é que seja aprovado ainda em 2018 para realização do leilão. "A Zurich é uma empresa suíça com negócios em vários países. A visita teve o objetivo de conhecer as potencialidades do município", frisou o consultor.

Durante o encontro, realizado nesta quarta-feira (3), foram apresentadas as características do aeroporto que, atualmente, já conta com novo terminal de passageiros e estacionamento, além da reforma da pista para voos comerciais em andamento, com previsão de entrega para dezembro deste ano e operação a partir do primeiro trimestre de 2019.

A vocação para o turismo de negócios também foi destacada, principalmente, a resolução, de setembro de 2018, da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) que reduz a cobrança de royalties em campos maduros. A medida foi defendida pelo prefeito de Macaé, Dr. Aluizio, em audiências públicas realizadas sobre o tema. A expectativa é que a mudança favoreça as atividades do mercado offshore.

Outro potencial apresentado foi o turismo, com as belezas naturais de Macaé que envolvem serra, mar e lagoas, fortalecidas pela rede hoteleira com cerca de 10 mil leitos.

Obras do Aeroporto - As obras da pista do Aeroporto de Macaé, que começaram em junho deste ano, seguem o cronograma com prazo de 390 dias (agosto 2019) para sua conclusão. Recentemente, a primeira fase das intervenções foi concluída parcialmente com a operacionalização de 430 metros de pista para pouso e decolagem somente de helicópteros até 16,20 metros de comprimento. As obras vão ampliar a referência de resistência da pista para ATR 72, permitindo o pouso e decolagem de voos comerciais. O investimento do governo federal é da ordem de R$ 24 milhões.

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário