Macaé News
Cotação
RSS

Três mil alunos fazem Avaliação Macaense de Alfabetização

Publicado em 03/10/2018 Editoria: Economia sem comentários Comente! Imprimir


O foco é trabalhar o desenvolvimento dos estudantes das turmas de primeiro e segundo anos de escolaridade

O foco é trabalhar o desenvolvimento dos estudantes das turmas de primeiro e segundo anos de escolaridade

A Avaliação Macaense de Alfabetização (AMA) foi aplicada nesta quarta-feira (3) para cerca de três mil alunos do segundo ano do Ensino Fundamental em 147 turmas e 43 escolas. A prova de múltipla escolha abrangeu questões de Língua Portuguesa e Matemática, além de produção textual.

O objetivo da Secretaria de Educação é dar continuidade ao processo de avaliação externa com a finalidade de auxiliar professores e gestores. O foco é trabalhar o desenvolvimento dos estudantes das turmas de primeiro e segundo anos de escolaridade e assegurar que eles sejam capazes de ler textos com fluência e compreensão, além de produzir textos com autonomia e mobilizar conhecimentos matemáticos necessários à vida cotidiana.

A Escola Municipal Professora Letícia Peçanha Aguiar (Centro) é uma das unidades que aplicou a prova. Cerca de 90 estudantes participaram da avaliação. Acompanhados pelo professor orientador Fernando Cláudio Reid Fernandes e da professora Cíntia de Ávila Condado, os alunos elogiaram a AMA. "As questões de Português e Matemática foram boas", contaram Maria Luiza Ramos, de sete anos, e Carlos de Figueiredo Nóbrega, nove anos.

A coordenação do primeiro ao quinto ano do Ensino Fundamental fará a correção. De acordo com a Superintendência de Ensino Fundamental e Médio, a aplicação da AMA tem como objetivos realizar diagnóstico do nível de alfabetização e letramento em Língua Portuguesa e Matemática e promover subsídios aos professores. Além disso, ela avalia os direitos de aprendizagem desenvolvidos no ciclo de alfabetização, aprimora os planejamentos dos educadores e a execução das práticas pedagógicas, a partir da análise dos resultados da avaliação.

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário