Macaé News
Cotação
RSS

Parque do Barreto inaugura Casa da Árvore

Publicado em 14/09/2018 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


Para celebrar o Dia da Defesa da Fauna (22 de setembro), a Secretaria Municipal de Ambiente e Sustentabilidade inaugurou, nesta quinta-feira (13), a Casa da Árvore no Parque Municipal da Restinga do Barreto. Cerca de 300 crianças e adolescentes participaram do evento, que ainda contou com um passeio para reconhecimento da fauna silvestre. O objetivo é atrair mais visitantes para conhecer a restinga e, dessa forma, poder contribuir na preservação da natureza.

A inauguração contou com a apresentação de alunos do segundo segmento do Ensino Fundamental das Escolas Municipais Generino Teotonio de Luna; Amil Tanus e Olga Benário Prestes. Aos 11 anos, Williana Oliveira observou cada detalhe da casa, até mesmo as borboletas que por ali passaram.

"Eu queria morar numa casa da árvore igual a essa, com vista para o mar. É  a terceira vez que visito a restinga. Aqui, a gente aprende muito sobre o meio ambiente. A cada visita, um conhecimento diferente, aprendizados que vamos levar para a vida toda. O que eu mais gostei foram as borboletas e o teto de folhas, é como se estivéssemos dentro de um filme. É encantador", relatou a aluna do sexto ano da Escola Municipal Generino Teotônio de Luna.

Segundo o secretário de Ambiente e Sustentabilidade, Gerson Martins, por ser uma Unidade de Conservação no centro urbano de Macaé, a Casa da Árvore é mais um atrativo para a promoção da educação ambiental.

"O Brasil possui uma das maiores biodiversidades em fauna e flora do planeta. Nos últimos anos, devido aos grandes impactos ambientais e a desenfreada ocupação humana, vêm ocorrendo uma grande degradação de habitats naturais e o desaparecimento de espécies e formas genéticas. Um dos mais atingidos é a fauna. Aproveitamos o mês de setembro, quando é celebrado o Dia da Defesa da Fauna, para inaugurar a Casa da Árvore. A proposta foi elaborar mais um mecanismo de conscientização  para preservação do meio ambiente", apontou o secretário.

De acordo com o coordenador do Parque do Barreto, o biólogo Henrique Abrahão Charles, a Casa da Árvore, na verdade, foi construída por cima da árvore, não ocasionando impacto ao meio ambiente.

"A visita ao parque é gratuita e conta com trilhas, reconhecimento de restinga e momento de lazer na areia exclusiva de restinga, como queimado, futebol, corda e slackline, um esporte de equilíbrio sobre uma fita elástica esticada entre dois pontos fixos, o que permite ao praticante andar e fazer manobras por cima", destacou.

Unidades de ensino públicas e particulares, instituições religiosas e grupos particulares podem agendar uma visita ao parque pelo email parquebarreto.sema@gmail.com. O horário de funcionamento acontece de 9h às 11h e de 14h às 16h.

Parque Natural da Restinga do Barreto

O Parque Natural Municipal da Restinga do Barreto possui 32 hectares e é o segundo maior das Américas, em área exclusiva de restinga. Ele fica atrás, apenas, do Parque Natural da Restinga de Jurubatiba e sua criação foi motivo de comemoração para quem tem como objetivo a preservação ambiental.

A restinga do Barreto é um ecossistema costeiro caracterizado por um terreno arenoso, criado pela sedimentação de rios e depósitos marítimos ao longo dos milhares de anos, com forte influência do vento, do sal, do sol e das mudanças das marés. A área possui vegetação típica, com plantas muito resistentes às variações de temperatura e aridez do solo (como os cactos, as bromélias e as pitangas). Esta vegetação, capaz de preservar as dunas, é fundamental para conter o avanço do mar e preservar a fauna local.

 

› FONTE: Secom Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário