Macaé News
Cotação
RSS

Lagoa de Imboassica recebe ações da Secretaria de Ambiente e Inea

Publicado em 16/08/2018 Editoria: Meio Ambiente sem comentários Comente! Imprimir


As medidas visam evitar o extermínio de espécies de peixes comuns na Lagoa de Imboassica

As medidas visam evitar o extermínio de espécies de peixes comuns na Lagoa de Imboassica

A Secretaria de Ambiente e Sustentabilidade (Sema), da Prefeitura de Macaé e o Instituto Estadual de Ambiente (Inea) realizaram duas ações na Lagoa de Imboassica, nesta semana. Uma foi a fiscalização, com apreensão de rede irregular, e coleta de água, em sete diferentes pontos do ecossistema, para posterior análise no Rio de Janeiro.

Segundo o coordenador de Fauna da Sema, Fernando Barreto, foi apreendida, com base legal, rede de pesca de 200 metros, com 35 milímetros de malha. O permitido são 42 milímetros de malha. Os donos do material não foram encontrados. Além das dimensões da rede, há restrições ainda quanto ao horário da prática, sendo a pesca autorizada apenas de 17h às 6h do dia seguinte.

As medidas visam evitar o extermínio de espécies de peixes comuns na Lagoa de Imboassica como tainha, tilápia, traíra e outras. "Isso é um cuidado com o Ambiente. Os pescadores estão, na maioria, respeitando essas regras, devido às constantes fiscalizações do Inea,  com apoio da Sema. Nosso monitoramento, tanto na lagoa quanto no mar, será realizado mensalmente", explica Fernando.

Coleta de água

O objetivo da coleta de água é saber as reais condições de balneabilidade da Lagoa de Imboassica. Em dez dias os resultados serão conhecidos. Dentre os estudos, se saberá se a água contém material pesado e se os peixes, consequentemente, estão saudáveis ou não. "Caso o ecossistema esteja impróprio para banho, placas serão instaladas pela parceria Inea-Sema. A água coletada nesta semana estava visualmente mais pura do que as amostras recolhidas anteriormente", diz Fernando Barreto.

› FONTE: SECOM Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: