Macaé News
Cotação
RSS

Macaé sediará oitavo Kolirius Internacional de Grafite

Publicado em 11/07/2018 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


O Kolirus Internacional, que faz parte do calendário turístico oficial de Macaé, chega à sua oitava edição este ano reunindo o melhor do grafite, cultura urbana que tomou as ruas do mundo inteiro. A programação acontecerá no Colégio Municipal Maria Isabel Damasceno, no Centro, de 27 a 29 de julho, como parte das atividades pelos 205 anos do município.

O evento tem apoio da prefeitura e parceiros e contará com atividades culturais, pedagógicas e sociais, envolvendo alunos, professores, pais e toda a comunidade. Integra o projeto uma oficina de grafite para os alunos do colégio, que será ministrada pelo artista macaense Marlon Muk, idealizador e coordenador do Kolirius, além de discotecagem e apresentações culturais. A ideia é que os alunos se sintam motivados a participar e a conhecer os encantos e as técnicas do grafite, que representam cor, vida e conhecimento, já que é importante meio de comunicação e conta a história como uma galeria de arte a céu aberto.

- Chegamos à oitava edição porque as outras sete foram sucesso de público com presença de grandes nomes do grafite e esperamos que a população continue participando. O grafite é bastante reconhecido no município e o Kolirius é o momento de difundir ainda mais a arte com a presença de grafiteiros de destaque de várias partes do mundo que estarão em Macaé nos três dias - destacou Muk.

Ele lembrou que o Kolirius é realizado em Macaé desde 2011 e, a cada evento, deixa a sua marca em um muro cheio de história e vidas, sempre com apoio da prefeitura e outros parceiros. Para chegar à arte feita nas ruas, os grafiteiros estudam técnicas, letras estilizadas, personagens animados e a história do lugar onde estão e, dessa forma, surpreendem as pessoas com muita cor e informação nos desenhos. O trabalho exige muita habilidade com os sprays.

Em 2013 os artistas grafiteiros do Kolirius contaram a história de Macaé em comemoração aos 200 anos do município, mostrando que estão sempre antenados com a realidade de cada lugar onde atuam. Outras obras do evento estão em vários cantos da cidade.

A arte do grafite se caracteriza por desenhos em locais públicos e surgiu na década de 70, nos Estados Unidos, na cidade de Nova Iorque, embora o termo seja de origem italiana “graffito” que, no plural, é “graffite” e significa “escrita feita com carvão”. Hoje, a cultura urbana é admirada por pessoas de todos os tipos e idades que enxergam a arte como importante fonte de conhecimento e beleza.

De Macaé participam os artistas Fen, Hera, Mib, Muk, Rota, Talu, Taru e Ted. De Belo Horizonte (MG), Nica. De Caxias do Sul (RS), Flop. Do Rio os grafiteiros são Acme, Bili, BR, Chico, Duim, Lets, Ment, Pakato e Tarm. São Paulo também marca presença com Bart, Dek, Dninja, Does, Evol, Leodco, Shock.

Relembre a arte do Kolirius nos muros de Macaé:

2011 – Colégio Estadual Municipalizado Polivalente - Costa do Sol.

2012 - Muro em frente ao 32º Batalhão da Polícia Militar, à Rua Luiz Fernando de Aguiar - Fronteira.

2013 - Colégio Estadual Luiz Reid, na Rua Silva Jardim - Centro

2014 – Colégio Irene Meirelles - Imbetiba.

2015 – Em vários muros no centro da cidade.

2016 – Muro da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (Fafima)/Colégio Luiz Reid.

2017 - Escola Municipal Jacyra Tavares Duval - Novo Cavaleiros.

 

› FONTE: SECOM


sem comentários

Deixe o seu comentário