Macaé News
Cotação
RSS

Navio capta sinal que pode ser de Boeing sumido

Publicado em 05/04/2014 Editoria: Mundo sem comentários Comente! Imprimir


Um detector de caixas-pretas de um navio chinês que participa dos trabalhos de busca do avião desaparecido da Malaysia Airlines detectou um sinal no sul do Oceano Índico, informou neste sábado a agência Xinhua. Ainda é preciso determinar se o sinal localizado pelo navio "Haixun 01" está relacionado ao Boeing 777 desaparecido há um mês, disse a agência.

O detector de caixas-pretas localizou o sinal a 25 graus de latitude sul e 101 graus a leste de longitude, segundo a Xinhua. O avião da Malaysia Airlines MH370, que partiu de Kuala Lumpur com destino a Pequim, desapareceu dos radares no dia 8 de março com 239 pessoas a bordo.

No dia 25 de março, a Malásia anunciou oficialmente que a aeronave "caiu no sul do Oceano Índico".

Detector de caixa-preta

Um dispositivo americano especializado em detectar caixas-pretas passou a integrar as buscas pelo voo MH370 nesta sexta-feira, enquanto o comando da operação alertou que o sinal do equipamento pode expirar em breve.

Enquanto a longa busca continua, o líder da oposição na Malásia, Anwar Ibrahim, afirmou que acredita que as autoridades estejam escondendo informações sobre a crise.

A embarcação "Ocean Shield", da Austrália, chegou à zona de busca com um sonar (o "towed pinger locator") dos Estados Unidos, capaz de rastrear sinais de uma caixa-preta, juntando-se a 14 aviões que procuram o Boeing no Oceano Índico.

O voo da Malaysia Airlines desapareceu em 8 de março, a as autoridades australianas, que coordenam a operação, apressaram o uso do mecanismo porque o sinal da caixa-preta geralmente desaparece depois de 30 dias.

O avião sumiu dos radares enquanto voava de Kuala Lumpur, na Malásia, para Pequim, com 239 pessoas a bordo. O episódio intrigou especialistas em aviação e gerou críticas ao governo malaio, que não soube explicar o desaparecimento.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário