Macaé News
Cotação
RSS

Festival de Música movimenta Teatro Municipal de Macaé

Publicado em 20/06/2018 Editoria: Cultura sem comentários Comente! Imprimir


A habilidade dos participantes no palco e vocação para música arrancou assobios da plateia

A habilidade dos participantes no palco e vocação para música arrancou assobios da plateia

O Festival de Música Estudantil de Macaé contagiou o Teatro Municipal, na tarde desta quarta-feira (20). A final da programação, que agitou alunos do Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos e Ensino Médio, revelou talentos e potencialidades na área musical. Os estudantes classificados na seletiva, realizada no dia 23 de maio, competiram nas categorias de melhor composição (música inédita) e melhor intérprete.

Os alunos se apresentaram diante do olhar criterioso dos jurados Robson Farah (diretor da Escola de Artes Farah Cultural); Marco Polo (coordenador da Escola Municipal de Artes Maria José Guedes (Emart); Ennes Silva (cavaquinista e vocalista do grupo Conversaê) e Bruno Py (maestro e professor da Emart). Os três primeiros colocados ganharam troféus e são os seguintes: intérpretes - 1° lugar, Mirella Rocha (Generino Teotônio de Luna); 2° lugar, Hugo Ferreira (Generino Teotônio de Luna ) e 3° lugar, Grupo Quatro Direções (Olga Benário Prestes). Na categoria músicas inéditas, os vencedores foram: 1° lugar, Coral de Formandos (Raul Veiga); 2° lugar, Davidson Leal da Silva (Olga Benário Prestes) e 3° lugar, Diego Azevedo Ramalho (Botafogo).    

Alunos se destacam - A habilidade dos participantes no palco e vocação para música arrancou assobios da plateia. Entre os mais ansiosos estavam os participantes Júlia Silva Nunes e Sávio Henrique Souza, alunos do Colégio Municipal Olga Benário Prestes (São José do Barreto). "Independente do resultado, o festival será inesquecível", conta Júlia. "O importante é a nossa integração e vontade de fazer bonito", destacou Crislaine Souza Santos, representante do Colégio Municipal Engenho da Praia.

Emocionada, a  superintendente de Educação Integrada, Andrea Martins, pontuou que o festival conseguiu atingir os objetivos de promover o intercâmbio e a integração entre os estudantes, bem como o de conhecer e divulgar os diferentes talentos existentes nas escolas do município.

Festival  aproxima famílias das escolas

O festival serviu para integrar familiares e equipes das escolas. Vanusa Souza era uma delas. Mãe da aluna Crislaine Souza, do Colégio Municipal Engenho da Praia, ela fez questão de levar os tios da aluna, Osmar e Eina, para torcerem pela escola. "Todos os alunos da escola que participaram do festival estão de parabéns. Minha filha canta na igreja e estar nesta programação nos deixou animados e comovidos", conta.

Diretores e professores também aprovaram o festival. Os gestores Roberto Valcácio (Colégio Municipal Professora Maria Isabel Damasceno Simão) e Ivone de Jesus Rodrigues (Colégio Municipal Engenho da Praia) afirmaram que a programação é importante para incentivar o processo criativo dos alunos. "O importante é participar, independente de ganhar. Fazemos questão de inscrever nossos alunos no festival para que eles tenham a oportunidade de ampliar os horizontes", observaram.

› FONTE: SECOM Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário