Macaé News
Cotação
RSS

Sintracomos e terceirizada da refinaria terão audiência no TRT

Publicado em 13/06/2018 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


O sindicato dos trabalhadores na construção civil, montagem e manutenção industrial (Sintracomos) terá audiência de instrução e conciliação, às 15 horas desta terça-feira (13), no Tribunal Regional do Trabalho (TRT-SP), na capital, com a empreiteira Normatel.

Presidente Macaé Marcos e diretores do Sintracomos, na assembleia desta terça-feira, na portaria da estatal
Os 200 empregados da empresa tinham greve marcada para começar às 7 horas de segunda-feira (11), mas acharam por bem fazer assembleia nesta terça (12), no mesmo horário, na portaria principal da refinaria Presidente Bernardes de Cubatão (Rpbc Petrobras).

Isso porque a empreiteira ficou de apresentar proposta de acordo, na tarde de segunda (11). Acontece que ela resolveu apresentar a proposta na audiência que requisitou à justiça do trabalho. Diante disso, a nova assembleia será às 7 horas de quinta-feira (14).

A greve havia sido aprovada na terça-feira da semana passada (5), com cinco reivindicações. Segundo o presidente do sindicato, Macaé Marcos Braz de Oliveira, a assembleia obedece aos prazos da lei de greve (7783-1989), para possibilitar negociações.

“Queremos resolver o problema por meio do diálogo democrático”, diz o sindicalista. “Mas, se isso não for possível, usaremos a também democrática e constitucional lei de greve”. Macaé espera que a empresa e a Petrobras solucionem o impasse.

“Queremos evitar o desgaste de uma greve por tempo indeterminado, que não interessa ao trabalhador, à empreiteira e à estatal”, diz o sindicalista.

Com data-base em 1º de maio, a categoria reivindica que os salários atuais sejam equiparados ao de 2017, que eram superiores.

Os operários querem também vale-refeição de R$ 28 e vale-café de R$ 7,50. A participação nos lucros ou resultados (plr), conforme a lei 101-2000, também está na pauta de reivindicações, além da manutenção da data-base da categoria.

› FONTE: Ascom


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: